PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Coritiba formata proposta e fará convite oficial a Ronaldinho

AFP PHOTO / OLI SCARFF
Imagem: AFP PHOTO / OLI SCARFF

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em Curitiba

23/01/2017 15h30

O Coritiba quer Ronaldinho, agora de forma oficial. Depois de uma reunião de aproximadamente duas horas no Couto Pereira na manhã desta segunda-feira (23), o presidente Rogério Bacellar bateu o martelo com os demais vice-presidentes e enviará uma proposta do clube para o irmão e empresário de Ronaldinho, Assis, que está no Rio de Janeiro. Se o craque topar a proposta coxa-branca, o jogador se juntará ao elenco da equipe paranaense para a temporada 2017.

A proposta coxa-branca segue a linha do que sugeriu o próprio Assis: remuneração por metas alcançadas. No contrato, um salário fixo de R$ 300 mil mensais e bonificações. Bacellar e Juliano Belletti, diretor de relações internacionais, além de Alex Brasil, gerente de futebol, irão definir os parâmetros para cada gol ou assistência feitos por Ronaldinho e valores pelas conquistas da Copa do Brasil, Brasileirão, Libertadores e até mesmo o Estadual, cada qual em sua proporção.

A menina dos olhos da diretoria do Coxa é a Copa do Brasil. Vice-campeão duas vezes entre 2011 e 2012, o Coritiba aposta na premiação de R$ 70 milhões prometida ao campeão pela CBF para bancar o projeto Ronaldinho, comissionando-o no caso de conquista.

Além desses valores, o Coxa também pagará comissões pelo acréscimo no volume de venda de ingressos, planos de sócios, camisas e publicidade de tudo que for acima da média atual do clube. Em 2016, o Coxa levou em média 9.077 pessoas por jogo, fechando o ano com 14 mil sócios.

Ronaldinho receberá a proposta ainda nessa segunda e deve dar uma resposta ainda na terça-feira, antes de embarcar para Paris e Barcelona, onde receberá uma homenagem do PSG, seu primeiro clube na Europa, e será condecorado embaixador do Barça, clube pelo qual fez história. Na volta, pode já ser jogador do Coritiba. 

Futebol