PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fla montou defesa no desespero e teve "melhor desempenho da história"

Juntos, Rafael Vaz e Rever resolveram o problema no Fla. E ainda fizeram história no Brasileiro - Gilvan de Souza/ Flamengo
Juntos, Rafael Vaz e Rever resolveram o problema no Fla. E ainda fizeram história no Brasileiro Imagem: Gilvan de Souza/ Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/12/2016 06h00

Rever e Rafael Vaz iniciaram o ano no Inter e no Vasco, respectivamente. Sem espaço em seus clubes, ambos foram contratados para resolver o problema defensivo do Flamengo, que não estava fazendo um bom trabalho com Juan, Wallace e Cezar Martins.

Após a chegada da dupla, a equipe se acertou e conseguiu o melhor desempenho da história do Campeonato Brasileiro desde que passou a ser disputado por pontos corridos, em 2003. Foram apenas 35 gols sofridos, superando os 44 da campanha do título, em 2009.

O primeiro a chegar foi Rafael Vaz, que estreou na 7ª rodada, na derrota por 1 a 0 para o Figueirense, em Florianópolis. O zagueiro jogou ao lado de Leo Duarte e teve bom desempenho individual: o maio ladrão de bolas do jogo com 15 intervenções.

Mas foi somente na rodada seguinte, diante do Cruzeiro, no Mineirão, que a dupla que fez história estreou pelo Flamengo. O maior problema na oportunidade era o fraco desempenho em bolas aéreas. E não poderia ser um debute melhor: vitória fora de casa sem sofrer gols.

Juntos, estiveram em campo em outras 26 partidas com somente 24 gols sofridos, o que representa a excelente média de 0,92 por jogo. O Flamengo não levou gol em 17 dos 38 duelos disputados. Desse total, 12 confrontos foi com a dupla Rafael Vaz e Rever.

Desde 2006, quando o Brasileiro passou a ser disputado com 20 times e em pontos corridos, a melhor campanha defensiva havia ocorrido em 2009, ano em que o Flamengo conquistou o hexacampeonato. A média do Rubro-negro no período é de 46 gols por competição. Isso mostra o quão expressivo são as 36 vezes em que a defesa foi vazada no Brasileiro de 2016.

Com contratos longos, os dois seguem como referências no atual elenco do Flamengo para a próxima temporada. Tanto que Donatti, contratado com status de titular, e Juan só jogam quando um da dupla não tem condição de entrar em campo. Tudo isso nas mãos do técnico Zé Ricardo.

Quer receber notícias do Flamengo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Futebol