PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Kaká diz que deixa Orlando City em 2017 e não fecha portas à seleção

Kaká está perto de deixar equipe dos Estados Unidos - Orlando City/Oficial
Kaká está perto de deixar equipe dos Estados Unidos Imagem: Orlando City/Oficial

Do UOL, em São Paulo

27/11/2016 14h23

Kaká está próximo de fechar mais um ciclo de sua vitoriosa carreira. Nos Estados Unidos desde 2014, o brasileiro admitiu que o próximo ano será seu último no Orlando City e que ainda não tem uma definição sobre seu futuro profissional. O ex-jogador de São Paulo, Milan e Real Madrid ainda fez questão de elogiar o trabalho de Tite e deixou as portas abertas para um possível retorno à seleção.

Quando perguntado sobre o que faria após pendurar as chuteiras, Kaká preferiu deixar o futuro em aberto. “Não sei ainda. Quero ficar no futebol. Esse é meu último no Orlando”, disse o brasileiro em entrevista publicada nesta semana pelo canal Desimpedidos no Youtube, projeto no qual ele é um dos sócios desde 2013.

Questionado, então, se poderia voltar ao Brasil, Kaká não cravou uma decisão, mas deixou clara sua preferência pelo São Paulo. “Se eu fosse voltar, seria para o São Paulo. É muito difícil ir para outro clube”, completou.

"Tá dahora, mano (de ver a seleção jogar). Estava assistindo ao jogo contra a Argentina, ambiente legal, a galera torcendo, curtindo a seleção de novo", respondeu sobre a nova fase da equipe comandada por Tite.

Sobre um possível retorno ao grupo, Kaká não fechou as portas. "Meu momento é de estar fora, de curtir. Se eu tiver que voltar em algum momento, o Tite achar que precisa e eu estiver bem, preparado para contribuir, vai ser um prazer voltar à seleção", acrescentou.

Quer receber notícias do futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Futebol