PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com briga entre torcidas, West Ham elimina Chelsea e vai às quartas da Copa

Chelsea, de David Luiz, não conseguiu segurar o West Ham no dérbi - Eddie Keogh/Reuters
Chelsea, de David Luiz, não conseguiu segurar o West Ham no dérbi Imagem: Eddie Keogh/Reuters

Do UOL, em São Paulo

26/10/2016 18h38

O West Ham levou a melhor no dérbi londrino realizado nesta quarta-feira. Embalados por duas vitórias seguidas na Premier League e empurrados por sua torcida que fez bonito ao lotador o estádio Olímpico de Londres, os Hammers jogaram melhor, fizeram 2 a 1 no Chelsea e assim garantiram vaga nas quartas de final da Copa da Liga Inglesa.

Com Diego Costa e Hazard iniciando a partida no banco de reservas (entraram só no segundo tempo) e três brasileiros (David Luiz, Oscar e Willian) como titulares, o Chelsea foi inferior ao West Ham desde o apito inicial. Tanto é que o primeiro gol não demorou a sair: 10min, com Kouyaté se antecipando a John Terry dentro da área e acertando bela cabeceada.

O West Ham seguiu superior, mas conseguiu ampliar apenas na etapa final, logo aos 2min. Payet havia acabado de perder uma grande chance, mas no lance seguinte Edimilson Fernandes acertou um belo chute rasteiro de fora da área e fez o segundo do West Ham.

Nem mesmo as entradas de Diego Costa (aos 9min), Hazard (aos 17min) e Pedro (21min) fizeram o Chelsea dominar a partida. Os Blues até chegaram a criar algumas boas oportunidades, como uma bola na trave do camisa 10, e chegaram a descontar nos acréscimos, com Cahill, mas já era tarde.

Com a vitória, o West Ham se junta a Arsenal, Liverpool, Hull City, Leeds United, Newcastle, Southampton e Manchester United entre os times classificados para as quartas de final do torneio inglês. OS confrontos serão definidos através de sorteio.

Clássico londrina termina com briga

Duelo West Ham e Chelsea tem confronto entre torcedores - John Sibley/Reuters - John Sibley/Reuters
Imagem: John Sibley/Reuters
Rivais, as torcidas de West Ham e Chelsea entraram em confronto nos minutos finais da partida e precisaram ser contidos pela polícia, que teve trabalho para controlar a situação.

Futebol