PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tite acelera montagem de comissão, e Taffarel deve ficar na seleção

Taffarel já vinha trabalhando na comissão técnica fixa da seleção brasileira - Rafael Ribeiro/CBF
Taffarel já vinha trabalhando na comissão técnica fixa da seleção brasileira Imagem: Rafael Ribeiro/CBF

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/06/2016 06h00

Tite ainda tem dois meses pela frente antes da estreia à frente da seleção brasileira – no dia 2 de setembro, contra o Equador, em Quito. Ainda assim, o novo técnico não pensa em perder tempo e já agiliza a montagem de um corpo fixo para a comissão técnica.

Inicialmente, a ideia é que apenas os auxiliares Cleber Xavier e Matheus Bachi, além do executivo Edu Gaspar, fizessem parte da comissão fixa da CBF. No entanto, Tite não pretende aguardar o sistema de convocação – onde o restante dos integrantes é chamado a cada rodada dupla das Eliminatórias – e já esboça o restante de seu grupo de trabalho.

Uma das novidades é a manutenção de Taffarel, preparador de goleiros no período de Dunga e Gilmar Rinaldi. O tetracampeão acabou dispensado após a eliminação da seleção na última Copa América, mas teve seu trabalho bem avaliado dentro da CBF e contou com o aval de Tite para encaminhar seu retorno.

Outros nomes que já fazem parte do planejamento da nova comissão são do fisioterapeuta Bruno Mazziotti, parceiro de Tite no Corinthians, e do preparador físico Fábio Mahseredjian, também antigo aliado do novo treinador.

Fábio Mahseredjian e Tite - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Preparador físico Fábio Mahseredjian (e) deverá acompanhar Tite também na seleção
Imagem: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

“Apesar desse tempo para o jogo, precisamos resolver isso logo. Entendemos a questão de convocação e tal, mas já queremos um grupo fechado para falar em nome da seleção em contatos mundo afora. Não apenas Edu, Tite, Cleber e Matheus. É ter um grupo fixo. Serão sempre os mesmos. E, claro, buscamos os melhores. A ideia é já ter essa turma fechada, pensando e trabalhando junto”, explicou o coordenador Edu Gaspar.

Antes da missão com a seleção principal, Tite, Edu, Cleber Xavier e Matheus Bachi acompanharão o trabalho de Rogério Micale à frente do time olímpico.

Já com todos os detalhes da nova equipe definidos, Tite fará sua primeira convocação no início de agosto. Após a estreia do dia 2 de setembro, no Equador, o treinador fará seu debute em casa no dia 6, contra a Colômbia, em Manaus, na sequência das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018.

Futebol