PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Seleção corta Ederson e Rafinha e convoca Grohe e Lucas para Copa América

O goleiro Marcelo Grohe em treino do Grêmio - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
O goleiro Marcelo Grohe em treino do Grêmio Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Danilo Lavieri e Guilherme Palenzuela

Do UOL, em Los Angeles

31/05/2016 13h54

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) divulgou nesta terça-feira (31) que Rafinha e Ederson foram cortados da seleção para a disputa da Copa América Centenário. Em seus lugares, foram chamados o meia-atacante Lucas, do PSG, e o goleiro Marcelo Grohe, do Grêmio.

O meia-atacante, inclusive, já até comemorou a notícia nas suas redes sociais. "Tudo no tempo certo! Orgulho máximo voltar à Seleção Brasileira!!! Rumo à Copa América!", afirmou. 

Lucas comemora gol pelo PSG - Christophe Ena-14.mai.2016/AP
Lucas comemora gol pelo PSG
Imagem: Christophe Ena-14.mai.2016/AP


A dupla desconvocada está com problemas musculares. O goleiro se machucou no treino da última sexta-feira e deixou de treinar com o grupo a partir de então. Cortado, ele tem agora a meta de se recuperar até o dia 18 de julho, quando deve iniciar o período de concentração com a seleção olímpica para ser o goleiro titular.

NO TABELINHA, MENON E BIRNER APROVAM LUCAS E GROHE, MAS DETONAM DUNGA: "TIME ESTÁ SEM DIREÇÃO"

Rafinha, por sua vez, não foi a campo nenhuma vez com a seleção. Desde o seu primeiro dia nos Estados Unidos, ele teve atenção especial da fisioterapia, mas não conseguiu a recuperação a tempo. Ele é outro que deve estar na lista da seleção que vai aos Jogos do Rio. 

Antes dos dois, a seleção brasileira já havia cortado Douglas Costa, que deu lugar a Kaká, e Ricardo Oliveira, que foi substituído por Jonas.

O regulamento da competição prevê que as seleções têm até 24h horas antes da estreia para promover trocas entre os inscritos. Para isso, precisa mostrar laudo médico confirmando a lesão além de escolher um nome que esteja entre os 40 pré-inscritos.

O Brasil estreia no próximo sábado na Copa América Centenário contra o Equador, às 23h (de Brasília).

Futebol