PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quinteto contratado se salva em meio a críticas por eliminações no Fla

Frederico Mancuello foi um dos jogadores poupados pela torcida na crise rubro-negra - Gilvan de Souza/ Flamengo
Frederico Mancuello foi um dos jogadores poupados pela torcida na crise rubro-negra Imagem: Gilvan de Souza/ Flamengo

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

29/04/2016 06h00

O Flamengo vive dias de turbulência após as eliminações na Primeira Liga e no Campeonato Carioca. A torcida entrou em rota de colisão com pelo menos nove jogadores e as cobranças chegaram ao Conselho Deliberativo. Apenas cinco atletas do elenco se livraram das críticas mais pesadas.

Curiosamente, os nomes desembarcaram na Gávea em 2016. O lateral direito Rodinei, o zagueiro Juan, e os meias Cuéllar, Willian Arão e Mancuello foram os destaques de um time em formação e que falhou nos momentos decisivos.

Rodinei foi avaliado na Gávea como uma grata surpresa e correspondeu ao mínimo necessário para preencher o lado direito. O zagueiro Juan funcionou como uma liderança velada e ganhou os torcedores ao viajar para o clássico contra o Vasco mesmo suspenso.

Já Cuéllar, Arão e Mancuello foram as peças que fizeram o Flamengo de Muricy Ramalho jogar. Eles não atuaram bem na eliminação para o rival, assim como o restante da equipe, mas saíram vistos de forma positiva das duas primeiras competições da temporada.

A gestão Eduardo Bandeira de Mello costuma monitorar as redes sociais e utilizá-las como termômetro. É evidente que o quinteto foi elogiado pela torcida e terminou até poupado depois das duas quedas em um mês.

O argentino Frederico Mancuello não escondeu o descontentamento com as eliminações e deixou claro que o time ainda precisa se entrosar para render o que a torcida espera. Mesmo longe da mira dos insatisfeitos, o meia evitou uma análise solitária.

“Não penso no individual. O Flamengo me contratou para melhorar o time e fazer parte de um grande projeto da diretoria. É um time novo. Temos que adiantar a adaptação. Precisamos treinar muito para chegar da melhor maneira possível ao Brasileiro. Acredito que as eliminações precisam servir para melhorarmos no restante do ano”, encerrou.

Futebol