PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Insegurança defensiva e falhas repetidas. O que há com o Grêmio sem Geromel

Zagueiro Pedro Geromel disputa lance pelo Grêmio e faz falta ao time  - Lucas Uebel/Grêmio
Zagueiro Pedro Geromel disputa lance pelo Grêmio e faz falta ao time Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

29/04/2016 06h00

O Grêmio sofre sem Pedro Geromel. Ao Tricolor, as vezes que o defensor esteve fora foram, sempre, desastrosas. Sete partidas sem ele e os mais variados erros resultando em mais de um gol por jogo de média. 

Foram nove sofridos. Geromel não atuou no empate em 2 a 2 contra o Avaí, na derrota por 2 a 0 para o Juventude, na vitória por 3 a 1 sobre o mesmo Juventude, na derrota por 1 a 0 para o Rosario Central, no empate em 2 a 2 também com o Juventude, na vitória por 3 a 1 diante do Cruzeiro-RS e na vitória por 1 a 0 contra o Veranópolis, a única partida sem ele que o time não foi vazado. 
 
Dos nove sofridos, seis foram de bola aérea. E tal defeito ficou ainda mais claro nos momentos decisivos. Foram dois do Juventude em Caxias do Sul e mais um do Rosario Central na Arena oriundos do mesmo estilo de jogada. Três nos últimos três jogos. E ainda teve bola aérea contra o Cruzeiro-RS, em um dos gols do Avaí e ainda em outro do Juventude. 
 
Mas apenas os gols não explicam o quanto o Grêmio sofre sem o paulista de 30 anos contratado em 2014. A ausência de Geromel provocou as mais variadas falhas. O setor defensivo parece desorganizado sem ele. Sem a melhor orientação também dentro de campo, os erros individuais aparecem aos montes. Foi assim diante do Rosario Central quando Bressan cabeceou para trás, Ramiro não afastou e Fred não chegou a tempo no gol de Marco Ruben. 
 
O time perde até ofensivamente. A bola aérea não tem a mesma potência sem o jogador também na área rival. 
 
"O Geromel é um jogador muito importante, o melhor zagueiro do Brasil na minha opinião. Não tem como não sentir falta de um jogador dessa qualidade", disse o volante Walace. "Temos total confiança nos jogadores que entram. É claro que o Geromel é um grande jogador e faz falta sua experiência. Mas os jogadores que tem jogado mostraram seu valor", explicou Giuliano. 
 
E lembrar de momentos em que Geromel salvou o time não é nada difícil. A classificação às oitavas da Libertadores passou, diretamente, por lances em que o goleiro Marcelo Grohe já estava batido e foi o defensor que evitou o gol ao rebater de cima da linha. Por isso ganhou uma série de 'homenagens' na internet e, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte, brincou com o tema. 
 
Para o próximo compromisso, diante do Rosario Central na quinta-feira da semana que vem, Geromel deve estar de volta. Recuperado de um quadro de caxumba, o defensor deve retomar titularidade ao lado de Fred.
 
E para se classificar o Grêmio necessitará da experiência e segurança do defensor, já que além de jogar na casa do adversário não pode nem pensar em empatar. Para não correr riscos, o time gaúcho precisa vencer por dois gols ou mais de diferença para avançar às quartas de final. 
 

Futebol