PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sem M. Gabriel, Dorival cobra reforços e pede para diretoria manter elenco

Dorival quer jogador para o lugar de Marquinhos Gabriel e não quer perder seus titulares - Julia Chequer-20.set.2015/Folhapress
Dorival quer jogador para o lugar de Marquinhos Gabriel e não quer perder seus titulares Imagem: Julia Chequer-20.set.2015/Folhapress

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

15/04/2016 13h22

O técnico Dorival Júnior lamentou o fato de o meia Marquinhos Gabriel ter acertado sua transferência para o Corinthians. Agora, o treinador pediu para a diretoria santista investir esforços em outro reforço para a posição.

“Sou bem tranquilo. Entre o atleta querer vir, possibilidades bem claras de negociação, até fechar o todo, tem distância muito grande. Trabalho com quem esteja aqui. Que o Marquinhos seja feliz e vá tranquilo (para o Corinthians). Santos continua a vida e busca novas opções. Vamos correr atrás como sempre fizemos”, afirmou Dorival.

Além disso, Dorival cobrou a diretoria a manter o elenco atual, caso o Santos queira brigar pelas competições nesta temporada – Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

“Espero que eles (diretoria) pensem nas (possibilidades) que podem chegar, não só nas (possibilidades) que podem sair. Trabalho em conjunto. Não podemos só perder jogadores. Fato fundamental para que mantenhamos uma equipe forte se quisermos buscar alguma coisa. Perder sempre é um fator preocupante”, disse.

O presidente Modesto Roma já avisou que não tem interesse em negociar Lucas Lima e Ricardo Oliveira, mas não descartou vender Gabigol caso chegue uma proposta tentadora.

“O Gabriel, pode ser que uma proposta muito atrativa force a troca de jogadores”, disse o dirigente.

O problema é que Lucas Lima e Ricardo Oliveira não escondem de ninguém o desejo de deixar o clube no meio do ano. O primeiro pretende jogar na Europa, enquanto o artilheiro santista ainda sonha em atuar no futebol chinês.

Em relação a reforços, o Santos busca a contratação de Marlos Moreno, do Atlético Nacional, da Colômbia. Junior Dutra, revelado nas categorias de base do alvinegro praiano, foi oferecido. O meia fez parte da geração de Paulo Henrique Ganso, mas foi rejeitado antes mesmo de se tornar profissional.

Há seis temporadas no exterior, Dutra se destacou no futebol profissional atuando pelo Santo André, em 2009, e recentemente rescindiu contrato com Al-Arabi, do Qatar.

Até o momento, o Santos já fechou três contratações para o Campeonato Brasileiro. Um centroavante, caso de Rodrigão, que atua no Campinense, mas chega antes do início do Brasileirão, e dois zagueiros, o argentino Fabián Noguera e o desconhecido Renan Montanha, jovem revelação do ABC-RN. 

Futebol