PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jogador de 26 anos da seleção de Honduras morre ao levar um tiro

Jared Wickerham/Getty Images
Imagem: Jared Wickerham/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

10/12/2015 22h35

O lateral-direito Arnold Peralta foi morto nesta quinta-feira (10). O jogador da seleção de Honduras levou um tiro em La Ceiba, no norte do país caribenho e não resistiu. Ele nasceu na cidade e estava lá passando férias.

Segundo o jornal local "La Prensa", o assassinato aconteceu em frente ao Hospital Vicente D´Anthony. O tiro partiu de um sujeito em uma moto, que não foi identificado, e teria acertado a cabeça do jogador.

Aos 26 anos, Peralta chegou a ser convocado para a Copa do Mundo de 2014, mas foi cortado da equipe por causa de uma lesão. Atualmente, ele defendia o Club Deportivo Olimpia, de Honduras, depois de passagem pelo Rangers, da Escócia.

O lateral ficou conhecido pelo público brasileiro ao se envolver em uma confusão com Neymar durante o amistoso entre Honduras e Brasil no final de 2013. Na ocasião, o jogador falou que o brasileiro “faz teatro”.

“É um jogador polêmico que todos conhecemos porque não pode tocar nele. Com qualquer encontro, ele vai ao solo e os árbitros marcam. É um jogador que faz teatro 100% das vezes e que joga para os torcedores, não para o seu time”.

Peralta foi convocado nesta quinta-feira, pelo técnico Jorge Luis Pinto, para o amistoso da seleção de Honduras contra Cuba. A Federação Hondurenha de Futebol lamentou o ocorrido em seu Twitter. “A Federação Hondurenha de Futebol lamenta profundamente o trágico falecimento do jogador da seleção Arnold Peralta, que enluta o futebol nacional”.

Pelo Facebook, o Olimpia também se manifestou sobre o caso. “Lamentamos profundamente o falecimento do nosso jogador Arnold Peralta. A família olimpista e o futebol hondurenho está de luto”.

Futebol