PUBLICIDADE
Topo

Torcedor do Palmeiras espancado por santistas tem morte cerebral

Cláudio Morais, integrante da Mancha Alviverde, está internado após ser espancado por torcedores santistas - Reprodução
Cláudio Morais, integrante da Mancha Alviverde, está internado após ser espancado por torcedores santistas Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

29/04/2015 14h09

O torcedor do Palmeiras, Claudio Fernando Mendes Cardoso de Morais, espancado por torcedores uniformizados do Santos no último domingo, em Poá, na Grande São Paulo, teve constatada a  morte cerebral na manhã desta quarta-feira, no hospital Santa Marcelina, unidade Itaim, onde estava internado.

Dudu, como é conhecido, estava acompanhado da namorada e de um amigo logo após assistirem à vitória do Palmeiras contra o Santos, 1 a 0, no Allianz Parque. Dudu estava trajado com uniforme da Mancha Alviverde (torcida organizada do clube) e tem tatuagem na perna que faz menção à torcida. Identificado como palmeirense por santistas, ele foi agredido.
 
O jovem de 25 anos foi levado ao Hospital Santa Marcelina, no Itaim, com ferimentos graves na cabeça, possivelmente por agressões com barras de ferro.
 
"Eu não estava presente no momento da agressão. Foi um ato de pura covardia. Ele não teve nem como se defender. Nos disseram que além dos santistas que estavam agredindo, um carro surgiu com santistas dentro armados com barras de ferro", relata Marcos Ferreira, presidente da Mancha Verde.
 
Ao UOL Esporte, o delegado do Distrito Policial de Poá informou que não houve Boletim de Ocorrência, o que atrasa o processo de investigação e identificação dos agressores.
 
Por não ter sido feito o registro da agressão, a polícia não confirma o local onde Dudu se feriu com gravidade. A CPTM comunicou à polícia que não houve ocorrência dentro da estação Jardim Romano da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, diferentemente das notícias preliminares recebidas pelo delegado.

Futebol