PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio diz que compra de Geromel não fechou e vê 'chegada' do Corinthians

Pedro Geromel, zagueiro do Grêmio, ainda não tem novo contrato com clube - Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio
Pedro Geromel, zagueiro do Grêmio, ainda não tem novo contrato com clube Imagem: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Gramado (RS)

13/01/2015 13h00

O Grêmio havia confirmado a compra de Pedro Geromel. Mas não foi bem assim. A situação está encaminhada, mas não há documentos assinados. Enquanto aguarda e percebe uma força do zagueiro para permanecer no Rio Grande do Sul, o Tricolor reconhece uma investida do Corinthians para contar com o jogador.

A reportagem do UOL Esporte noticiou a sondagem corintiana, ocorrida na semana passada (veja mais no Mercado da Bola). O ex-presidente Andrés Sanchez entrou em contato com o jogador, que tem contrato de empréstimo com o Grêmio até o meio de 2016.

O Grêmio mostrava segurança. No fim de 2014, o presidente Romildo Bolzan Júnior confirmou a compra dos direitos do jogador. Que estava formalizada, nas palavras do mandatário. Mas hoje o discurso não é exatamente este.

"O Geromel teve interesse de vários clubes, principalmente no Brasil. Posso dizer que estamos trabalhando para que fique conosco. Há uma série de circunstâncias que precisam ser construídas. Estamos trabalhando juntos", afirmou o diretor executivo de futebol Rui Costa.

O presidente havia dito, em 2014, que a compra seria parcelada e os pagamentos já acordados. Geromel assinaria um contrato de três anos, que no entanto ainda não foi oficializado. Algo que o Grêmio acredita.

Mas a aproximação do Corinthians já preocupa. O principal apoio para vencer o assédio do Timão é o próprio jogador, que repete sempre que possível o interesse de seguir em Porto Alegre. Mas não há a proteção legal até o momento.

Geromel, zagueiro de 29 anos, se recupera de uma cirurgia no ombro direito. O jogador já faz atividades físicas durante a pré-temporada do Grêmio. A previsão de voltar a atuar aponta somente para o início de março. Seus direitos pertencem ao Colonia, da Alemanha, e a compra está avaliada em 4 milhões de euros.

Futebol