PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em Miami, Enderson vê futuro indefinido no Santos e nova reunião é marcada

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

19/12/2014 06h00

O futuro do técnico Enderson Moreira segue indefinido na Vila Belmiro. O treinador, que viajou para Miami, nos Estados Unidos, teve sua primeira reunião com a nova diretoria do Santos. A conversa foi realizada por videoconferência e não teve nenhuma definição em relação à sua permanência no clube.

Por conta disso, diretoria e técnico agendaram uma nova reunião para depois do Natal, no dia 26. O presidente eleito do Santos, Modesto Roma Júnior, elogiou o atual comandante santista, mas já avisou que o planejamento do treinador precisa convencer a nova diretoria alvinegra.

"O contrato hoje é o do Enderson Moreira, vamos conversar com ele, conhecer o seu planejamento, se o planejamento nos convencer, ele continua, afinal, ele é honrado e está desenvolvendo o seu trabalho", afirmou o presidente Modesto Roma.

Modesto está ciente que Enderson entregou uma lista de reforços ao ex-presidente, Odílio Rodrigues, com nomes de atletas de baixo custo, devido ao problema financeiro do clube.

Enderson Moreira recebe cerca de R$ 180 mil mensais no Santos e caso seja demitido terá direito a receber R$ 360 mil de multa rescisória. No entanto, o treinador deve ser mantido no cargo. Caso seja aprovado no Campeonato Paulista, Enderson será o comandante do time no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil.

Comitê Gestor e candidatos ao Conselho estão definidos

Se a comissão técnica segue indefinida, Modesto Roma já tratou de anunciar o novo Comitê Gestor do Santos. Além de Modesto e do vice-presidente, César Conforti, o grupo é formado por mais sete integrantes: Gastone Righi, advogado, empresário e ex-deputado federal, Jorge Côrrea da Costa, empresário, José Macedo Reis, economista, José Renato Quaresma, empresário, Oswaldo Nico Gonçalves, advogado e delegado de polícia, Paulo Roberto Dias, empresário, e Rodrigo Marino, empresário.

Além do Comitê Gestor, Modesto Roma aposta em Dagoberto Fernando do Santos para a direção executiva do Santos.

Modesto Roma e companhia também definiram a chapa encabeçada para concorrer às eleições da mesa do Conselho Deliberativo do clube. Fernando Bonavides concorrerá ao cargo de presidente, enquanto Florival Barletta será o vice. A situação concorrerá com o grupo de oposicionistas, liderado por Fernando Silva, que indicou Alberto Pfeifer Filho para concorrer à presidência, e Reinaldo Guerreiro para o cargo de vice.

O nome preferido de Modesto Roma para presidir o Conselho seria o de Marcelo Teixeira, ex-presidente do clube. No entanto, Teixeira desistiu da função por acreditar que não conseguiria se dedicar totalmente ao cargo.

Enderson Moreira
Enderson Moreira
#dev_albumEmbed010('tagalbum','75274')

Futebol