Topo

Futebol


Twitter da Lusa xinga em resposta e funcionário acaba demitido do clube

Twitter oficial da Portuguesa respondeu provocação de usuário; responsável acabou demitido - Reprodução/Facebook
Twitter oficial da Portuguesa respondeu provocação de usuário; responsável acabou demitido Imagem: Reprodução/Facebook

Marcello De Vico

Do UOL, em São Paulo*

24/02/2014 16h38

Apesar da vitória de virada por 2 a 1 sobre o Comercial, a Portuguesa se envolveu em uma polêmica no último domingo. Não dentro de campo, mas fora dele, já que o seu Twitter oficial 'perdeu a esportiva' e acabou xingando um usuário que provocou o clube paulistano. Tal atitude acabou resultando na demissão do assessor de imprensa, Marcos Teixeira.

A informação foi confirmada por Carlos Alberto Monsanto Ferreira, vice-presidente de Comunicações da Portuguesa, em contato telefônico com o UOL Esporte no fim da tarde desta segunda-feira. Pouco depois, o site da Portuguesa soltou uma nota comunicando o ocorrido.

"O Departamento de Comunicações da Associação Portuguesa de Desportos, em nome do vice-presidente Carlos Alberto Monsanto Ferreira, vem a público esclarecer que tomou as atitudes cabíveis quanto ao episódio envolvendo a conta oficial do twitter, desligando o responsável pelas publicações, e pede desculpas a quem, por ventura, tenha se sentido ofendido", diz a nota.

Tudo começou quando um usuário conhecido como Comunidade Cartola FC postou a seguinte frase provocando a Portuguesa: "Late mais alto que daqui da Série A eu não te escuto", fazendo referência à música "Beijinho no ombro", de Valesca Popozuda.

Irritado, o gerenciador do Twitter oficial respondeu com uma mensagem nada amigável: "Mande a senhora sua mãe latir enquanto te bloqueamos, seu imbecil".

Vice-presidente de Finanças da Portuguesa e vice de Manuel da Lupa na última gestão, Roberto dos Santos já havia adiantado - antes mesmo da confirmação de Carlos Alberto - que Marcos Teixeira provavelmente seria demitido do cargo, e ainda deu sua opinião sobre o ocorrido. "Não é uma atitude digna de um profissional que trabalha para a Portuguesa", disse.

Funcionário não se arrepende

Responsável pelos textos que são publicados pelo Twitter da Portuguesa, o assessor de imprensa do clube, Marcos Teixeira, disse não ter se arrependido do comentário, e classificou a resposta como uma 'brincadeira', reforçando que este é o tom principal do canal de comunicação do clube.

"Não me arrependo. Na verdade não sei o porquê de tanta repercussão. Ainda não sei se o problema foi eu ter chamado o cara de imbecil ou ter falado da mãe dele. Mas a frase 'mande a senhora sua mãe latir' é usada até pelo Chico Lang, ao vivo. Não vi nada demais", disse, nesta segunda-feira, em entrevista ao UOL Esporte, ainda antes de ser demitido.

Veja como foi a discussão:

* atualizada às 18h10

Mais Futebol