PUBLICIDADE
Topo

São Paulo aceita proposta por Paulo Miranda, e exames separam jogador do futebol francês

Paulo Miranda será vendido para o futebol francês após exames - EFE/Martin Alipaz
Paulo Miranda será vendido para o futebol francês após exames Imagem: EFE/Martin Alipaz

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

04/07/2013 16h08

O São Paulo aceitou a proposta para negociar o zagueiro Paulo Miranda. Por 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões), o clube liberou o jogador para o Olympique de Marseille, da França. Agora, falta os exames médicos para que o vínculo seja assinado. A informação foi confirmada ao UOL Esporte por Bruno Balsimelli, empresário do atleta, mas não foi comentada pela diretoria do clube.

"Nós acertamos a venda do atleta, que vai viajar para fazer exames e assinar contrato. O São Paulo já liberou. Foram mais de 4 milhões de euros e cada um fica com a sua parte. Ele também teve outra proposta, mas preferiu a do Olympique. Agora, é viajar na semana que vem e sacramentar o negócio", disse Balsimelli.

O São Paulo tem apenas 20% dos direitos do atleta. Ou seja, o clube ficará com 900 mil euros, o que corresponde a cerca de R$ 2,6 milhões. O restante fica com um grupo de empresários.

Vale lembrar que Paulo Miranda seria desfalque do São Paulo pelas próximas quatro semanas. Ele teve uma fratura na mão após uma lesão que aconteceu em um treino no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, e precisou de operação. Por isso, ele foi desfalque na última quarta-feira, na final da Recopa, e seria também no jogo de volta, no dia 13 de julho.

Paulo Miranda tem 24 anos e chegou ao São Paulo após se destacar no Bahia. Na época, ele chegou a despertar também o interesse do Palmeiras. Ao chegar no time, ele começou a ser usado como lateral-direito e, mais de oito meses depois, voltou a ter chances com Ney Franco como zagueiro. Sua lesão deu lugar a Rafael Tolói.

Ele já comemora a ida para a França. “Estou feliz, pois será uma grande oportunidade para minha carreira. Deixo grandes amigos aqui no São Paulo. Quero agradecer aos meus companheiros, à diretoria e principalmente a torcida tricolor. Minha expectativa é muito boa, espero desempenhar bem meu trabalho lá”, disse.

Futebol