PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dedé sofre ameaça de possível reforço por posto de capitão do Vasco em 2013

O zagueiro Dedé está na disputa para assumir a braçadeira de capitão do Vasco em 2013 - Marcelo Sadio/ site oficial do Vasco
O zagueiro Dedé está na disputa para assumir a braçadeira de capitão do Vasco em 2013 Imagem: Marcelo Sadio/ site oficial do Vasco

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/12/2012 06h10

O capitão do Vasco ainda não está definido para a temporada 2013. As recentes conversas da comissão técnica apontam para dois possíveis substitutos de Juninho, dono da faixa antes da transferência para o New York Red Bulls, dos Estados Unidos. Dedé é considerado o favorito, mas sofre a ameaça de um jogador que ainda não foi confirmado na Colina. Trata-se do lateral direito Nei, ex-Internacional. Ele agrada bastante aos profissionais do departamento de futebol cruzmaltino e chegou a exercer o papel em poucos jogos do Colorado durante a temporada 2012.

Enquanto Dedé convive com a série de especulações sobre uma saída do Vasco, a diretoria faz planos ambiciosos para o seu principal jogador. Além de cogitar o nome do zagueiro para assumir o posto de capitão da equipe, os dirigentes desejam contar com sua imagem no novo programa de sócios, que será criado para atrair novas fontes de receitas para o clube.

A faixa de capitão para Dedé seria um prêmio pelos serviços prestados e fidelidade ao Gigante da Colina, já que deixou claro algumas vezes que não pretende se transferir antes da Copa do Mundo de 2014 apesar das constantes investidas do futebol europeu. Porém, alguns profissionais ainda consideram a função precoce para o zagueiro e acenam com uma alternativa.

Por isso, o nome do lateral direito Nei, ex-Internacional, entrou em pauta. O jogador agrada pela característica de líder e passou a ser visto como uma possibilidade importante para o cargo assim que as conversas para a contratação começaram. Mesmo sem bagagem de São Januário, a experiência e o trabalho desenvolvido no clube gaúcho o credenciam.

A negociação deve ser fechada nos próximos dias. Enquanto isso, o técnico Gaúcho e o diretor técnico Ricardo Gomes trabalham nos nomes para o importante posto. O volante Wendel, o meia Carlos Alberto, e os atacantes Tenorio e Eder Luis também foram lembrados nas últimas reuniões entre integrantes do departamento de futebol. Entretanto, dificilmente serão escolhidos.

Futebol