PUBLICIDADE
Topo

Futebol

André Lima faz 1º gol, provoca rival e Grêmio vence o Hamburgo na inauguração da Arena

André Lima comemora após marcar o 1º gol da Arena do Grêmio contra o Hamburgo - Jefferson BERNARDES/AFP
André Lima comemora após marcar o 1º gol da Arena do Grêmio contra o Hamburgo Imagem: Jefferson BERNARDES/AFP

Marinho Saldanha e Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

09/12/2012 00h33

Arena é lugar de guerreiro. Neste sábado, o novo estádio do Grêmio foi inaugurado respeitando tal afirmação. Chamado de 'Guerreiro Imortal', André Lima foi o autor do primeiro gol do estádio, aos 9 minutos. Na comemoração, imitou a Kidiaba, do Mazembe, provocando o Internacional. Ao fim dos primeiros 90 minutos da nova casa gremista, 2 a 1 contra o Hamburgo, revivendo placar da final do Mundial de 1983, novamente com vitória brasileira.

"Toma lá, dá ca", disse André ao sair do campo no final do primeiro tempo. A resposta do camisa 99 era a Renan, goleiro do Inter, que após o empate em 0 a 0, último jogo do Olímpico, repetiu o feito por Kidiaba no Mundial de 2010. A dancinha com as nádegas no solo virou maneira de provocar o adversário desde a derrota do Inter para o Mazembe.

Em campo, 9 minutos foi o tempo necessário para a primeira vez que as redes balançaram na Arena. Cruzamento de Elano em escanteio, gol de André Lima, de cabeça. O Grêmio manteve o domínio do jogo, contra um Hamburgo pouco inspirado.

A marca poderia ainda ter ficado maior. Aos 38 Elano poderia ter ampliado ao receber cruzamento de Leandro. Mas errou. O Hamburgo também teve chance. Rudnevs assustou Marcelo Grohe duas vezes. Mas a bola não adentrou o arco azul, branco e preto.

No segundo tempo só deu Hamburgo. O técnico Vanderlei Luxemburgo propôs muitas mudanças e fragilizou o time. Os europeus tanto tentaram que marcaram. Aos 25 do segundo tempo, um rebote de escanteio foi arrematado por Westerman, desviou em Marcelo Moreno e venceu Marcelo Grohe: 1 a 1.

E o time alemão seguiu pressionando. Aos 30, Berg chegou atrasado em cruzamento e esteve perto de virar o jogo. A torcida já estava calada, vivendo o primeiro momento de tensão da nova Arena.

Mas, como é peculiar do Grêmio, o gol derradeiro veio após os 40 minutos. Aos 42, Marcelo Moreno aproveitou cruzamento e colocou na rede. Grêmio 2 a 1, final de jogo, vitória na inauguração da Arena e um futuro pela frente para a casa recém inaugurada.

GRÊMIO 2 X 1 HAMBURGO

Data: 08/12/2012 (sábado)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Cartão Amarelo: Saimon (GRE), Leandro (GRE), Aislan (HAM), Ilicevic (HAM) e Tesche (HAM)
Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)
Auxiliares:  Milsíades Saldivar e César Franco (PAR)
Gols: André Lima, do Grêmio, aos 9 do primeiro tempo; Westerman, do Hamburgo, aos 25 do segundo tempo; Marcelo Moreno, do Grêmio, aos 42 do segundo tempo

Grêmio
Marcelo Grohe; Pará, Werley (Saimon), Naldo e Anderson Pico (Tony); Fernando (Marco Antonio), Souza (Léo Gago), Zé Roberto (Marquinhos) e Elano (Marco Antonio); Leandro (Rondinelly) e André Lima (Marcelo Moreno)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Hamburgo
Drobny; Bruma, Scharner Paul (Westerman), Rajkovic (Diek Meier) e Aogo; Sala, Rincon, Tesche (Aislan) e Ilicevic; Berg e Rudnevs (Son)
Técnico: Thorsten Fink

Futebol