PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mourinho maltrata Kaká e quer que o brasileiro vá para o terceiro mundo do futebol, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

27/08/2012 09h23

O desejo do técnico do Real Madrid, José Mourinho, em não contar com Kaká no elenco é algo claro desde a temporada passada. Mas, em sua edição desta segunda-feira, o jornal espanhol “El País” detalha um processo de fritura do português para que o brasileiro deixe a equipe.

A publicação revela que o tratamento do técnico ao jogador já deixou de ser frio e agora é quase que um assédio para que ele saia.

Nos últimos dias, Kaká não foi sequer relacionado para o banco de reservas para os jogos contra Barcelona, pela Supercopa da Espanha, e Getafe, pelo Campeonato Espanhol.

A cada treinamento na pré-temporada da equipe, o treinador aumentava a aspereza no trato e pouco se esforçava para uma boa relação. Logo na apresentação da equipe, o brasileiro fez questão de sorrir e desejar bom dia. Mas Mourinho já estava impaciente. Em um treino, chegou perto do brasileiro e perguntou de maneira seca: "O que pensa sobre seu futuro?". Kaká disse que queria continuar. E isso irritou ainda mais o treinador.

O jornal diz que o brasileiro está convencido de que o treinador o maltrata para que saia do clube por vontade própria. “Ele é uma pessoa muito má”, disse Kaká a um de seus amigos, segundo a publicação.

O El País diz, no entanto, que Kaká evita o confronto com o técnico e opta pelo sorriso a cada vez que Mourinho o maltrata. “Mas o brasileiro é religioso fanático, não se permite discutir ou insultar”, diz trecho da matéria.

É clara a percepção do elenco de que o português força a saída do brasileiro. “Mourinho o tratou como um inútil”, disse um companheiro do brasileiro ao jornal espanhol.


Uma conversa entre os dois e mais o pai do jogador, Bosco Leite, teria sido o estopim para a péssima relação. A publicação relata um diálogo que o pai de Kaká indica que Mourinho dá preferência a jogadores de seu agente, Jorge Mendes, e o clima esquenta.

“Não consegue perceber que não quero contar com você?”, indagou Mourinho a Kaká. O brasileiro fez cara de espanto e disse que não.

“Não pensa em fazer nada para retomar sua carreira?”, perguntou o treinador. Então, o pai do jogador teria dito que para que ele saia teria que receber o que o Real deve. Mourinho retrucou. “Seu filho aqui atrapalha meu projeto”, falou.

MAIS SOBRE MOURINHO X KAKÁ

  • Efe

    "Kaká não estava nos planos", disse Mourinho após derrota para o Barcelona


“Seu projeto e o de Jorge Mendes”, rebateu o pai do atleta.

A conversa esquentou até que tivesse acusações mais graves, não reveladas pelo jornal. Mourinho teria oferecido duas saídas para o brasileiro: ou voltar para o Brasil ou jogar nos Estados Unidos.

Kaká tem uma proposta do Milan, mas o Real não quer negociá-lo com o time italiano por não aceitar emprestá-lo. Ainda de acordo com a publicação, Kaká disse a Adriano Galliani, dirigente do Milan, que Mourinho só quer que ele saia para “o terceiro mundo do futebol”.

O Real Madrid é relutante quanto ao empréstimo de Kaká para o Milan pelo tamanho do investimento que fez para comprá-lo dos italianos, num negócio de 65 mihões de euros. A diretoria merengue idealiza vender o brasileiro por cerca de 20 milhões de euros para tentar sanar parte do prejuízo que foi sua contratação, afinal, o meia nunca apresentou no Real o mesmo nível de futebol que jogava no Milan.

Atual novo rico da europa, o Paris Saint-German também fez especulações em cima do futebol de Kaká, mas após a contratação do meia Lucas do São Paulo, o negócio esfriou.

Futebol