PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos vê Patito franzino, faz trabalho para argentino encorpar e igualar Neymar no peso

Patito Rodríguez já ganhou 1 kg e pesa 60 kg, enquanto Neymar pesa 66 kg atualmente - Divulgação/Santos FC
Patito Rodríguez já ganhou 1 kg e pesa 60 kg, enquanto Neymar pesa 66 kg atualmente Imagem: Divulgação/Santos FC

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

10/08/2012 06h00

Enquanto sua documentação não é regularizada, o meia-atacante Patito Rodriguez faz um trabalho especifico para ganhar massa muscular. O departamento de fisiologia do Santos considera o porte físico do atleta abaixo do ideal e pretende encorpá-lo para que ele chegue ao nível de Neymar fisicamente.

Patito tem 1,70m e pesa 60 kg. O argentino já ganhou 1kg desde que chegou ao Santos há 20 dias. A comissão técnica santista espera que ele ganhe mais 3 kg até o fim do ano. O atacante tem 9% de índice de gordura corporal.

Caso ganhe mais 3 kg, Patito ainda ficará com 3 kg a menos que Neymar. O craque do Santos e da seleção brasileira pesa atualmente 66 kg e tem 1,74m. O camisa 11 pesava 61 kg quando foi promovido ao profissional em 2009. Ele ganhou 5 kg e tem 6% de índice de gordura corporal.

O Santos aposta em suplementação e trabalho de musculação, com treino funcional, para que o jogador ganhe mais peso. Os profissionais do clube vêem semelhança no porte físico de Neymar e Patito.

O departamento físico do Santos acredita que o estilo franzino de Patito e Neymar colabora para que a dupla desenvolva a parte técnica e leve vantagem contra os adversários. Por conta disso, o trabalho é feito de forma moderada.

Patito chegou ao Santos há 20 dias, mas não pode estrear com a camisa do Santos devido uma dívida do Independiente, seu ex-clube, e a AFA (Associação de Futebol Argentino), que bloqueou as contas oficiais do Independiente por conta de dívidas milionárias.

Por prudência, o Santos não pagou o valor referente aos 50% dos direitos econômicos do jogador. O clube brasileiro já acionou a Fifa para conseguir a liberação do argentino, e o pai de Patito viajou a Argentina para entrar na Justiça. Mesmo assim, ambos não conseguiram resolver o imbróglio.

Futebol