PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Felipe apresenta melhoras e faz sinal de positivo, mas segue afastado do Fla

Felipe faz sinal de positivo no quarto do hospital onde está internado, no Rio de Janeiro - Divulgação/ Ideallize
Felipe faz sinal de positivo no quarto do hospital onde está internado, no Rio de Janeiro Imagem: Divulgação/ Ideallize

Pedro Ivo Almeida*

Do UOL, no Rio de Janeiro

08/05/2012 17h12

Internado em um hospital da zona norte do Rio de Janeiro com suspeita de dengue e sem previsão de alta, Felipe fez questão de tranquilizar torcedores do Flamengo e mostrar que seu quadro já é um pouco melhor. O goleiro posou para fotos na tarde desta terça-feira, fez sinal de positivo e assegurou que já apresenta um quadro de evolução dos sintomas da doença em relação aos últimos dias.

 

O departamento médico do Flamengo adota a cautela e não confirma o diagnóstico de dengue. Novos exames serão realizados na quinta-feira. "Ele apresentou sintomas de dengue e o Rio de Janeiro vive uma epidemia, mas é claro que temos que esperar esse exame com a 'viragem' da mostra sanguínea para confirmarmos. É prudente esperar antes de falar qualquer coisa. As chances são realmente muito grandes [de ser dengue], até pelas evidências, mas não custa esperar e dar o diagnóstico exato baseado no exame sorológico", detalhou Serafim Borges, médico do Flamengo.

O camisa 1 rubro-negro disse que algumas dores já não o incomodam tanto e mostrou paciência com a demora no exame sorológico para confirmar o diagnóstico, que só será feito na quinta-feira. 

"Já me sinto bem melhor em relação ao final de semana. Mas os médicos me explicaram que esse período sem febre requer cuidados e por isso terei que seguir aqui. Agradeço as demonstrações de carinho que tenho recebido dos torcedores. Na semana que vem, se Deus quiser, já estarei em campo treinando forte para nossa estreia no Brasileirão", disse o goleiro, através de sua assessoria de imprensa.

Chefe do departamento médico do Flamengo, José Luiz Runco voltou a confirmar que não será possível fazer uma previsão antes do exame da próxima quinta-feira.

"Qualquer previsão é furada. É impossível saber o tempo de recuperação antes de analisarmos o número de plaquetas no sangue. Ele pode sair do hospital na quinta, imediatamente após o exame, como pode ficar por até uma semana. Vamos aguardar e torcer pela pronta melhora", disse o médico rubro-nego, acrescentando que dificilmente Felipe voltará aos gramados antes da próxima quarta-feira.

"Além do quadro clínico debilitado, tem a questão física e técnica. Depois de liberado, ele ainda precisa de alguns dias para voltar ao time normalmente. Se tudo correr bem no exame de quinta, acredito que ele esteja liberado dentro de uma semana", analisou Runco.

O Flamengo está apenas em período de treinamento. O próximo compromisso é apenas na estreia do Campeonato Brasileiro no dia 19 contra o Sport, em Recife.

*Atualizada às 19h59

Futebol