Topo

Esporte


Briga entre corintianos e palmeirenses termina com 15 detidos e um ônibus depredado

Do UOL, em São Paulo

05/02/2012 11h46

Grupos de torcedores de Corinthians e Palmeiras brigaram por volta das 5h da madrugada deste domingo, em São Paulo. Pelo menos 15 torcedores estão presentes na delegacia da Lapa. Não houve feridos com gravidade, apenas ferimentos leves. Eles deverão ser liberados, mas responderão pelo incidente cometido.

De acordo com relato de um funcionário do 7º DP da Lapa, onde os torcedores foram encaminhados, a confusão se iniciou quando uma pedra foi atirada em direção a um ônibus da torcida do Palmeiras, que parou próximo a uma festa na sede da Pavilhão 9, torcida uniformizada corintiana.

Houve briga generalizada próximo à Ponte dos Remédios, na Marginal Tietê. O ônibus da torcida do Palmeiras foi depredado. Um carro da polícia também foi danificado. O ônibus transportava os torcedores do Palmeiras para Presidente Prudente, onde o time alviverde disputa clássico contra o Santos, pelo Paulistão.

A Tropa de Choque, que acompanhava o veículo com torcedores do Palmeiras, evitou que o grupo alviverde invadisse a sede da Pavilhão 9, onde havia centenas de pessoas.

Chefe da arbitragem da FPF (Federação Paulista de Futebol), Coronel Marinho diz que normalmente são destacados 500 policiais militares em clássicos, sendo 250 na área externas do estádio. No entanto, as brigas fora da área de jogo são mais difíceis de controlar, salienta.

 

Esporte