PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após atraso, obras do museu do Fla engrenam e diretor mostra otimismo: 'Agora pegou fogo'

Parte do acervo de troféus do clube já reservada para o futuro museu do Flamengo - Vinicius Castro/ UOL Esporte
Parte do acervo de troféus do clube já reservada para o futuro museu do Flamengo Imagem: Vinicius Castro/ UOL Esporte

Vinicius Castro

No Rio de Janeiro

15/07/2011 07h10

As obras do museu do Flamengo engrenaram. Após a instalação do canteiro para os procedimentos, o projeto entrou em fase de realocação da estrutura interna para que os operários iniciem o levantamento do espaço propriamente dito. As partes envolvidas optaram pela manutenção do mês de novembro, comemorativo pelo aniversário do clube, como prazo para a inauguração. Porém, algumas correntes políticas manifestam preferência por 13 de dezembro, data que celebrará os 30 anos da conquista do título Mundial Interclubes.

O projeto já foi modificado algumas vezes, mas entra em fase definitiva para a construção, já que o tempo para alterações se torna cada vez mais curto. Há dois meses, a reportagem do UOL Esporte visitou o espaço (confira as fotos abaixo) e constatou um possível atraso nas obras. Mauro Chaves, diretor do museu, comemorou durante esta semana o passo dado pela diretoria para a realização do empreendimento.

“Agora a obra pegou fogo. Na próxima semana faremos a remoção das últimas áreas. Estamos mudando os locais que serão ocupados pelo museu. Um almoxarifado do futebol e Olympikus (fornecedora de material esportivo) já foi desativado. Assim como parte da secretaria e um refeitório de funcionários. Ainda liberamos uma área de serviços gerais e vestiários. É um processo que já permite com que as áreas sejam demolidas para intensificarmos as obras”, explicou o dirigente, acrescentando.

“Estive em São Paulo com o pessoal da Shopfitting (empresa coordenadora do museu) e me confirmaram que o cronograma para novembro está mantido. Algumas pessoas não acreditam no projeto, mas o museu está saindo do papel. A própria visita de vocês não levou a crer para muitas pessoas que o cronograma seria cumprido. As coisas estão dando certo. Por outro lado, não existe nada que nos obrigue a inaugurar no dia marcado. Qualquer data será bem recebida pelo Flamengo. Vamos aguardar a decisão. Mas pelo o que nos foi passado será mesmo em novembro”, completou.

Inclusive, a diretoria já definiu a primeira exposição temporária do museu rubro-negro. Ela fará referência ao centenário do futebol do Flamengo, comemorado em 24 de dezembro deste ano. Uma sala interativa irá abrigar toda a história do clube da Gávea. O museu do Flamengo custará R$ 8 milhões e contará com um gigantesco acervo. Serão 250 troféus contextualizados e 2.500 troféus em uma parede de vidro. Neste local, o visitante ainda poderá observar através da parede a reserva técnica com mais de 5.000 troféus de conquistas nos mais variados esportes.

UOL ESPORTE VISITA FUTURO MUSEU DO FLAMENGO
Veja Álbum de fotos

Esporte