UOL Esporte Futebol
 
Tom Hevezi/AP Photo

Alvo de vaias, Neymar foi o principal jogador no amistoso entre Brasil e Escócia

28/03/2011 - 08h38

Escócia rejeita investigar torcedor que jogou casca de banana para Neymar

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O comportamento da torcida escocesa durante a derrota por 2 a 0 da sua seleção para o Brasil, em amistoso realizado neste domingo, em Londres, foi pouco amistoso. Os brasileiros – Neymar foi o principal alvo – foram alvos de vaias constantes. No fim do jogo, o público jogou uma casca de banana no gramado na direção do jovem santista. A Federação Escocesa comentou sobre o caso nesta segunda-feira e disse que não irá investigar o torcedor responsável pelo ato.

VEJA A BANANA JOGADA NO CAMPO

  • Na festa do segundo, uma banana foi atirada na direção dos brasileiros, que consideraram a atitude racista, mas evitaram repercutir o tema

Os dirigentes da Escócia rejeitaram pedidos da CBF para que o episódio fosse tratado com atenção. A Federação chegou a analisar o tema, mas descobriu que nenhum relatório oficial sobre a casca de banana jogada no gramado e o comportamento racista de seus torcedores foi feito.

Uma fonte da entidade confirmou a posição da Federação, que não planeja insistir no assunto. “Na verdade, os torcedores da Escócia que viajaram para Londres foram elogiados por seu comportamento”, comentou o dirigente, que reforçou os elogios.

“Os torcedores da Escócia são conhecidos por seu comportamento irrepreensível e não temos razão para acreditar que, depois de falar com as autoridades competentes, eles não tenham sido exemplares. O escoceses ajudaram a criar um espetáculo maravilhoso”, explicou.

As vaias direcionadas a Neymar não atrapalharam o jogador, que marcou duas vezes para o Brasil. Entretanto, a casca de banana jogada dentro de campo foi alvo de críticas da seleção. “O racismo no mundo não tem mais espaço. Na Europa, que dizem ser o primeiro mundo, é onde acontece mais. Tem que mudar isso, hoje todo mundo é igual e é uma questão de respeito”, disse o camisa 5 de Mano.

"Eram muitas vaias, até na hora de bater o pênalti estava o estádio inteiro vaiando. Esse clima do racismo é totalmente triste. A gente sai do nosso país, vem jogar aqui e acontece isso. É triste, prefiro nem tocar no assunto, para não virar uma bola de neve", disse o próprio Neymar, em entrevista à TV Globo e ao Sportv.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host