Topo

Esporte


Mano Menezes aceita convite e é o novo técnico da seleção brasileira

Mano Menezes assume o comando da seleção brasileira no lugar de Dunga - Ricardo Nogueira/Folha Imagem
Mano Menezes assume o comando da seleção brasileira no lugar de Dunga Imagem: Ricardo Nogueira/Folha Imagem

Do UOL Esporte

Em São Paulo

24/07/2010 11h28

Depois de a CBF não ter conseguido fechar com Muricy Ramalho, a seleção brasileira já tem novo treinador. Em entrevista coletiva na manhã deste sábado, o técnico Mano Menezes anunciou que aceitou o convite feito pelo presidente da entidade, Ricardo Teixeira, para comandar o time nacional.

MAIS SOBRE O NOVO TÉCNICO DO BRASIL

Dessa forma, o técnico deixa o comando do Corinthians, onde trabalha desde o inicio de 2008, e terá de fazer sua primeira convocação já nessa segunda-feira, em uma lista que deve contar com a maioria dos jogadores atuando no Brasil. Eles serão chamados para o amistoso contra os Estados Unidos no dia 10 de agosto, em Nova Jersey.

"Tive uma conversa com o Ricardo Teixeira e ele me expôs o que a CBF planeja, quais são os projetos para a seleção. Fiz questionamentos importantes para que pudesse encaminhar uma opinião oficial. Eu aceito o convite que ele me fez, e a partir de agora vou começar a resolver o encaminhamento de todas as outras que envolvem isso. Para todo o Brasil eu digo que aceito o convite", disse Mano Menezes.

Até a confirmação do treinador corintiano, a CBF viu uma novela para conseguir um novo comandante para a seleção. Depois de demitir Dunga após o fracasso na Copa do Mundo da África do Sul, muitos nomes foram ventilados até que, nesta sexta-feira, Ricardo Teixeira se reuniu com Muricy Ramalho para convidá-lo para o cargo.

O que ninguém esperava era que o Fluminense não liberaria o treinador. O clube confirmou no final da tarde que o técnico seguiria no clube. Poucas horas depois, a CBF anunciou que havia feito um novo convite, agora para Mano Menezes, ficando à espera da resposta do gaúcho, que veio neste sábado.

O técnico assume a seleção brasileira para comandar o novo ciclo que culminará com a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Uma de suas maiores missões será fazer uma ampla renovação no time, principalmente com jovens jogadores. O próprio presidente da CBF já havia dito, logo após o fracasso no Mundial sul-africano, que esse seria o maior objetivo do novo comandante.

“Eu chego para ser o técnico da seleção com muito orgulho. A maioria dos técnicos gostaria de estar no meu lugar, isso dá uma ideia sobre a importância. Eu vim escrevendo uma trajetória que esperava terminar na seleção e foi mais rápido do que eu esperava. Eu tenho por linha aceitar convites importantes. Projeção cada vez mais importantes, mais grandiosas e esta é a mais grandiosa de todas”, completou o treinador na rápida entrevista.

A escolha de Mano Menezes como técnico da seleção brasileira confirma o perfil anunciado pela entidade dois dias depois da derrota do Brasil para a Holanda pelas quartas de final da Copa de 2010. Como noticiou o UOL Esporte na ocasião, o novo técnico não seria outro “gênio da lâmpada”, como passou a ser classificada a opção feita por Dunga quatro anos antes, e sim um nome consagrado.

Sem nenhuma experiência como técnico, Dunga foi escolhido para cargo mais importante do futebol brasileiro logo depois do fiasco da seleção na Copa de 2006, na Alemanha. Esperança de renovação, o técnico contrariou as expectativas e acabou levando para a África do Sul uma das seleções com idade média mais alta do torneio.

O histórico de Mano Menezes

Luis Antônio Venker de Menezes nasceu em 11 de junho de 1962 e não teve sucesso como jogador de futebol, atuando apenas em times amadores do Rio de Grande do Sul. Começou sua carreira como técnico em 1997, pelo Guarani de Venâncio Aires, e conquistou seu primeiro título em 2002, quando foi campeão gaúcho pelo Brasil de Pelotas.

BLOGUEIROS OPINAM

Juca Kfouri: Mano chega à seleção numa posição de fragilidade, porque a terceira opção e certo de que o nome de Felipão o rondará
Quesada: Mano precisa acabar com a certa arrogância, reclamação feita por alguns atletas e profissionais que convivem como ele
Maria: Era visível a sua emoção ao anunciar que não apenas aceitava o desafio, mas a honra que sentia ao ser lembrado para a seleção.

Após comandar outros times pequenos, Mano Menezes assumiu o Grêmio em 2005 em sua primeira grande equipe, depois de boa passagem pelo Caxias. Logo em seu ano de estreia pelo time de Porto Alegre, conduziu a equipe de volta à Primeira Divisão do futebol nacional conquistando a Série B do Campeonato Brasileiro.

No ano seguinte, ficou com o vice-campeonato da Copa Libertadores depois de perder a final para o Boca Juniors da Argentina. Pelo Grêmio, ainda conquistou os Campeonatos Gaúchos de 2006 e 2007 antes de ir para o Corinthians e reencontrar a Segunda Divisão.

Comandando a equipe do Parque São Jorge, mais uma vez conquistou a Série B do Brasileirão, agora em 2008. Já em 2009, levou o Corinthians aos títulos do Paulista e da Copa da Brasil. A maior decepção no time paulista veio em 2010, com a eliminação nas oitavas de final da Libertadores para o Flamengo no ano do centenário.

ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

Esporte