PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro quer repetir na Bélgica modelo de parceria usado no Ipatinga

Do UOL Esporte

Em Belo Horizonte

16/12/2009 07h34

O Cruzeiro prepara-se para tentar no futebol belga repetir o modelo de parceria que adotou com o Ipatinga entre as temporadas 2005 e 2006. A intenção da diretoria celeste é oficializar um intercâmbio com o Eupen, clube da segunda divisão do Campeonato Belga.

O vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Gustavo Perrella, viajará à Bélgica nesta semana para tentar firmar o acordo. “O Valdir (Barbosa, diretor de assuntos internacionais do Cruzeiro) teve uma viagem à Europa há um mês, ele esteve na Bélgica e lá vimos a oportunidade de criar uma parceria, um convênio como o Cruzeiro fez com o Ipatinga. A gente quer levar o Cruzeiro à Europa, a minha ida é para tratar desse assunto”, afirmou Gustavo Perrella, em entrevista à Rádio Itatiaia.

“Na Bélgica, a gente tem todo o interesse de criar esse convênio. É na cidade de Eupen, que hoje lidera a segunda divisão belga. Já é uma equipe forte, que tem nome na Europa. Nosso interesse é abalizar uma parceira com eles”, acrescentou o dirigente.

A parceria com o Cruzeiro levou bons frutos ao Ipatinga. A ascensão da equipe do Vale do Aço resultou na conquista do Estadual, em 2005, justamente em cima da "matriz". Em 2006, o time chegou novamente à final, mas ficou com o vice-campeonato, perdendo para o time celeste. Nesse mesmo ano, anunciou oficialmente o fim da parceria, embora tenha mantido negócios com o Cruzeiro.

Gustavo Perrella aproveitará a viagem à Europa para atender a um convite do presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira. “Estive aqui com o presidente Luis Felipe. Ele jantou com a gente aqui em Belo Horizonte e fez o convite para assistirmos alguns jogos com eles. É mais uma visita de cortesia mesmo”, explicou.

Para Portugal, o Cruzeiro enviou uma equipe para a disputa de amistosos na última temporada e alguns jogadores daquele grupo foram negociados com clubes portugueses. A expectativa é de que, na Bélgica, o clube consiga montar uma base permanente.

“No ano passado, a gente montou um time B para disputar um mini-torneio na Europa. Foram apenas quatro jogos, mas daquele time quase 60% do elenco ficaram em Portugal. Foram jogadores para a Ilha da Madeira, para o Porto, Benfica, Sporting. Teve muito sucesso e a gente quis ampliar essa parceria para não ter que montar um time todo ano. A gente quer montar o Cruzeiro na Europa. Essa possibilidade que a gente vê, é uma possibilidade real”, observou o vice-presidente de futebol.
 

Esporte