UOL Esporte Futebol
 
09/09/2009 - 21h57

Paraguai vence, se classifica para a Copa-2010 e complica a Argentina

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Argentina e Maradona pisaram no estádio Defensores del Chaco sob pressão e vão embora ainda mais preocupados. Após outra apresentação decepcionante, foram derrotados pelo Paraguai por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, caíram para a quinta colocação nas eliminatórias sul-americanas e, de quebra, viram o adversário assegurar presença no Mundial da África do Sul.

O gol da classificação foi anotado pelo atacante Nelson Valdez, do Borussia Dortmund. Com o resultado, o Paraguai chega aos 30 pontos e se torna o segundo país da América do Sul confirmado na competição, depois do Brasil. Coincidentemente, Dunga e seus comandos também alcançaram a vaga em cima dos argentinos. Esta será a oitava participação dos paraguaios em Mundiais, a quarta consecutiva.

Enquanto isso, a equipe de Maradona agoniza. A duas rodadas para o encerramento, parou em 22 pontos, caiu para o quinto lugar e foi ultrapassado pelo Equador (23 pontos), que bateu a Bolívia por 3 a 1. Nesta quarta-feira, os argentinos iriam disputar a repescagem diante de um representante da Concacaf.

Para evitar isso, o treinador argentino resolveu mexer na equipe. Foram quatro alterações do elenco que iniciou a partida contra o Brasil --o goleiro Romero, Papa, Gago e Aguero. Mas nada disso adiantou. Os erros se repetiram. Por exemplo, insistia bastante nos cruzamentos para a área, mas os baixinhos Aguero e Messi eram facilmente marcados.

Por outro lado, o Paraguai aproveitou muito bem os espaços deixados pelo rival e foi mais perigoso. Teve duas bolas na trave (Valdez e Santana). De tanto insistirem, os donos da casa abriram o placar. Aos 27min, após bela jogada por Cabañas, a bola sobrou para Valdez, que bateu cruzado e fez 1 a 0.

Aliás, a rápida troca de passes se tornou um verdadeiro inferno para a defesa adversária. O ex-corintiano Sebá não conseguia marcar o ataque paraguaio. Para piorar, a Argentina chegava bem pouco ao gol de Villar. Para o segundo tempo, Maradona não pensou duas vezes. Voltou com o atacante Lavezzi no lugar de Dátolo. A ideia era pressionar em busca do empate.

Mas teve pouco tempo para saber haveria alguma reação. Logo aos 8min, Verón recebeu cartão vermelho. Com dez em campo, o time argentino mostrou-se nervoso e, acima de tudo desorganizado. Até o experiente Palermo, que não atuava pela seleção havia dez anos, entrou em campo. Pouca coisa mudou. Os paraguaios ainda tentaram ampliar, mas o 1 a 0 foi suficiente para fazer a festa pela classificação.

As duas equipes voltam a jogar no dia 10 de outubro. Enquanto a Argentina pega o Peru, em casa, com a obrigação da vitória, o Paraguai "cumpre tabela" diante da Venezuela, longe de seus domínios.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host