PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Não foi só Grohe! Relembre 5 defesas que entraram para a história

Lucas Uebel/Divulgação Grêmio
Imagem: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Do UOL, em São Paulo

26/10/2017 16h39

Marcelo Grohe salvou o Grêmio com uma grande defesa na partida da última quarta (25), contra o Barcelona-EQU, em Guayaquil, pela Libertadores. A equipe brasileira venceu por 3 a 0, mas, apesar do grande número de gols, lá na defesa foi o goleiro quem brilhou. Em cima da linha, Grohe tirou a bola de cima da linha depois de chute de Ariel.

Essa não é a primeira vez que os torcedores vibram como se fosse um gol para uma defesa de seu goleiro. Antes de Grohe, o ex-goleiro Zetti, Cássio, do Corinthians e outros brilharam com as mãos.

  • (AP Photo/Andre Penner

    Cássio na Libertadores de 2012

    O goleiro corintiano brilhou (e muito) no mano a mano com Diego Souza no jogo do Corinthians contra o Vasco. O contra-ataque tinha apenas o meia e o goleiro, foi quando o dedo de Cássio foi suficiente para resvalar a bola e impedir o gol do então vascaíno.

  • Reprodução

    Zetti na Libertadores de 1993

    Foram quatro vezes Zetti na final da Libertadores de 1993 pelo São Paulo contra o Universidad Católica. O goleiro defendeu com as mãos, com os pés e depois com as mãos de novo.

  • Arquivo Folha

    Gordon Banks na Copa de 1970

    O goleiro inglês parou Pelé na Copa do Mundo de 70. Gordon Banks pulou e salvou a cabeçada de Pelé à queima roupa na partida do Brasil contra a Inglaterra e entrou para a história pela defesa.

  • Rodolfo Rodríguez no Paulistão de 1984

    O então goleiro do Santos fez uma sequência de cinco defesas pelo Santos contra o América de São José do Rio Preto no Paulistão de 84.

  •  AFP PHOTO/Mauricio LIMA

    Marcos na Libertadores de 2009

    Marcos honrou o apelido de “São Marcos” e salvou o Palmeiras nas oitavas de final da Libertadores de 2009, contra o Sport. O goleiro foi uma verdadeira muralha durante o jogo com defesas à queima roupa. Nos pênaltis, defendeu três cobranças para garantir a equipe nas quartas de final.

Esporte