Topo

Futebol


Campeonato Brasileiro já teve 15 trocas de técnicos; veja quais foram

Eduardo Barroca foi o último treinador demitido do Brasileirão - Andrés Cristaldo/EFE
Eduardo Barroca foi o último treinador demitido do Brasileirão Imagem: Andrés Cristaldo/EFE

Do UOL, em São Paulo

09/10/2019 10h16

O Campeonato Brasileiro segue fazendo vítimas nos comandos técnicos. Nas últimas duas rodadas, dois treinadores perderam o emprego: Enderson Moreira, do Ceará, e Eduardo Barroca, do Botafogo. Ambos foram demitidos após longas séries sem vitórias.

Com as duas saídas, o torneio nacional chega a 15 trocas de treinadores até o momento. Confira todas as trocas:

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Vasco

    O Vasco trocou o interino Marcos Gomes Valadares por Vanderlei Luxemburgo na quinta rodada do Brasileirão. O treinador estreou na partida contra o Avaí.

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Flamengo

    Após pressão da torcida, Abel Braga pediu demissão do Flamengo logo depois da sexta rodada do Brasileiro. Para o seu lugar, a agremiação rubro-negra trouxe o português Jorge Jesus.

  • Assessoria CSA

    CSA

    O CSA demitiu Marcelo Cabo 1º de julho, após a derrota por 3 a 1 no amistoso contra o Sport, antes da volta do Brasileiro depois da Copa América. Para o cargo, o time de Alagoas contratou Argel Fucks

  • Caio Cézar/UOL

    Avaí

    O técnico Geninho foi demitido do Avaí depois da nona rodada, já durante a pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa América. Para o lugar, o clube catarinense contratou Alberto Valentim.

  • Matheus Sebenello/AGIF

    Chapecoense

    O técnico Ney Franco caiu depois da 11ª rodada do Brasileirão, após derrota por 4 a 0 para o São Paulo, no Morumbi. Agora, o time é comandado pelo auxiliar Emerson Cris, que ainda é interino.

  • Vinnicius Silva/Cruzeiro

    Cruzeiro

    O Cruzeiro demitiu o técnico Mano Menezes entre a 13ª e a 14ª rodadas do Campeonato Brasileiro. Em seguida, a equipe mineira anunciou a contratação de Rogério Ceni.

  • Stephan Eilert/AGIF

    Fortaleza

    O Fortaleza perdeu o técnico Rogério Ceni depois que ele foi contratado pelo Cruzeiro após a 14ª rodada do Brasileirão. Para o lugar do ex-goleiro, a equipe cearense contratou Zé Ricardo.

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Fluminense

    Fernando Diniz não resistiu à derrota para o CSA, no Maracanã, na tarde de domingo (18), e foi demitido do Fluminense.

  • REUTERS/Pilar Olivares

    Palmeiras

    Felipão foi demitido um dia depois da derrota por 3 a 0 para o Flamengo no Brasileirão, após reunião entre a diretoria. Os auxiliares Paulo Turra e Carlos Pracidelli também deixam seus cargos. A comissão tinha aguentado a eliminação na Libertadores, diante do Grêmio, mas não resistiu ao revés para o clube do Rio de Janeiro.

  • Marcello Zambrana/AGIF

    São Paulo

    O técnico Cuca decidiu pedir demissão do São Paulo após a derrota por 1 a 0 para o Goiás na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube agiu rapidamente no mercado e anunciou Fernando Diniz como seu substituto.

  • Vinnicius Silva/Cruzeiro

    Cruzeiro

    Ceni durou pouco no cargo. Depois de deixar o Fortaleza, o ex-goleiro treinou o Cruzeiro por apenas seis semanas. Ele foi demitido depois de um empate sem gols com o Ceará. No total, foram oito jogos, com duas vitórias, dois empates e quatro derrotas. Para seu lugar, o clube mineiro fechou com Abel Braga.

  • Leonardo Moreira / Fortaleza EC

    Fortaleza

    De olho nas movimentações do mercado, o Fortaleza demitiu o técnico Zé Ricardo para fazer uma proposta pelo retorno de Rogério Ceni. O retorno foi consumado dias depois.

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Fluminense

    Oswaldo de Oliveira não resistiu ao momento ruim no Campeonato Brasileiro e foi demitido pelo Fluminense após o empate em 1 a 1 com o Santos, no Maracanã. O treinador - que discutiu asperamente com Ganso durante a partida - ficou pouco mais de um mês no cargo e deixa o clube após apenas sete jogos.

  • Kalyne Lima/cearasc.com

    Ceará

    O Ceará decidiu pela saída de Enderson Moreira do comando da equipe após a derrota para o Atlético-MG pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. A demissão aconteceu depois de uma série de oito jogos sem vitória da equipe cearense. Para o lugar de Enderson, o clube fechou com Adilson Batista. Leia mais

  • Reprodução

    Botafogo

    A derrota no clássico para o Fluminense marcou o fim da passagem de Eduardo Barroca pelo Botafogo. O resultado foi o quinto consecutivo sem vitória do clube carioca. Alberto Valentim é o favorito para assumir a posição. Leia mais

Mais Futebol