PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Nova camisa de Dudu no Palmeiras passará por projeto de marketing

Dudu cumprimenta o presidente Mauricio Galiotte em seu retorno ao Palmeiras - Cesar Greco
Dudu cumprimenta o presidente Mauricio Galiotte em seu retorno ao Palmeiras Imagem: Cesar Greco
Exclusivo para assinantes UOL

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

07/07/2021 04h00

A escolha do novo número de camisa para Dudu no Palmeiras não será uma decisão apenas do departamento de futebol. O departamento de marketing do clube também está envolvido no processo. Isso acontece porque a nova numeração precisa ter potencial para ser explorada em projetos de marketing, bem como ser atraente para alavancar vendas de camisas.

A ideia é que Dudu tenha a mesma numeração no Brasileiro e na Libertadores, o que já elimina a hipótese de o jogador vestir a número 77 que utilizou no Al-Duhail (CAT), ou qualquer outra variação começando com 7 como dezena. Dudu também terá que usar a camisa de um jogador que já estava inscrito na Libertadores e que tenha saído da lista. Mas, como o Palmeiras inscreveu muitos atletas de sua base apenas para preencher a lista totalmente, sem intenção de escalar, há muitas possibilidades.

Hoje a camisa 7, que pertencia a Dudu antes da ida para o Qatar, está nas costas de Rony, grande destaque da equipe no torneio continental.

Lateral esquerda passa a ser prioridade do Palmeiras no mercado

Cada vez mais certo de que a saída de Viña é questão de tempo, o Palmeiras procura como prioridade por um lateral-esquerdo. Entende-se no clube que Vitor Luis e Lucas Esteves não serão suficientes para suprir as necessidades do clube até o fim da temporada. Vitor tem caído de rendimento vertiginosamente, a ponto de Renan, firmado como zagueiro, ter voltado a atuar na posição. Esteves também não tem boa avaliação. Tanto que o clube, mesmo com elenco encurtado, não hesitou em emprestá-lo para a seleção brasileira, onde ele tem participado dos treinamentos. Nesta temporada, o Palmeiras já se frustrou ao não conseguir contratar Francisco Ortega, do Vélez, para o setor. (Por Diego Iwata Lima)

Inter bota cláusula de jogos em contrato com indicação de Diego Aguirre

O contrato de Gabriel Mercado com o Internacional tem chance de ser prorrogado, ao final de dezembro de 2022. O lateral direito e zagueiro, ex-River Plate e Sevilla, foi indicado por Diego Aguirre para reforçar o sistema defensivo do time gaúcho. E por ter 34 anos e ser uma aposta do treinador uruguaio, precisou topar o gatilho baseado em desempenho para ampliar o vínculo no Brasil. O plano é usar o novo reforço como curinga na defesa. (Por Jeremias Wernek)

Ramírez encerra parceria com auxiliar antes de ida a time da MLS

Miguel Ángel Ramírez já acertou contrato para ser o primeiro treinador da história do Charlotte FC, o mais novo clube da MLS (Major League Soccer). A equipe está em fase de montagem e fará o primeiro jogo oficial no campeonato apenas em 2022. Mas os Estados Unidos o ex-técnico do Independiente Del Valle-EQU e do Inter não terá a companhia de Martin Anselmi, auxiliar técnico e braço direito. A dupla foi desfeita para Anselmi se lançar treinador no mercado sul-americano. (Por Jeremias Wernek)

Argentina reprovou estrutura de treino em Brasília e preferiu Goiânia

A seleção argentina não aprovou as condições dos campos de treinamento em Brasília. Quando ficou na cidade, entre os jogos das rodadas dois e três, a equipe de Lionel Scaloni supervisionou os locais de trabalho e utilizou apenas o estádio do Defelê como local de atividade. Mas não gostou. Segundo apurou a coluna, a estrutura para os trabalhos era melhor em Goiânia, por isso os comandados de Scaloni permaneceram por lá entre as quartas de final e a semi. O time de Messi e companhia chegou à capital federal apenas na véspera do jogo de ontem contra a Colômbia. (Por Marinho Saldanha)