PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

São Paulo vê dívida de R$ 104 milhões com agentes e busca parcelar valores

Paulo Pinto / saopaulofc.net
Imagem: Paulo Pinto / saopaulofc.net
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

14/04/2021 04h00

O São Paulo tem atualmente uma dívida de R$ 104 milhões com representantes de atletas. A maior parte do débito é oriundo da gestão anterior, de Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco. O valor, detectado pelo departamento financeiro e tratado como elevado nos bastidores, começa a ser negociado pela diretoria com agentes e intermediários que transitam no mercado. A ideia é reduzir o número de pendências no próximo triênio. Só para o agente Carlos Leite são R$ 5,1 milhões de dívida, referente ao empréstimo que ele fez na administração de Leco para a aquisição de Everton (hoje no Grêmio) -- o clube paga R$ 510 mil por mês pelo acordo firmado em 2020.

O presidente Julio Casares e os seus pares conversam com outros empresários a fim de identificar os melhores moldes para o pagamento dos débitos. O primeiro passo foi pedir carência de um ano a todos os representantes que têm algum crédito no Morumbi por causa de administrações passadas. Posteriormente, o clube pretende parcelar a dívida entre 40 meses e 60 meses, de acordo com o perfil de cada credor. (Pedro Lopes e Thiago Fernandes)

UOL de Primeira