PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Gaciba se desgasta na CBF após turbulência e troca em SPFC x Grêmio

Leonardo Gaciba, diretor da CBF - Reprodução
Leonardo Gaciba, diretor da CBF Imagem: Reprodução
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

20/10/2020 04h00

A crise dos últimos dias desgastou bastante o diretor de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, nos bastidores da confederação. Nos corredores da sede da Barra da Tijuca, não pegou nada bem a decisão de substituir Rodolpho Toski Marques por Elmo Alves Resende Cunha na escala do VAR para São Paulo x Grêmio - pelo Campeonato Brasileiro - após reunião com a cúpula do clube paulista. Oficialmente, a entidade se defende e lembra que Toski não poderia atuar em dois jogos seguidos do time do Morumbi - ele apitara SPFC x Fortaleza, válido pela Copa do Brasil, em campo três dias antes. Mas o erro de não "cruzar" as escalas dos dois torneios incomodou a diretoria da CBF e gerou gritaria dos outros clubes.

Em um momento delicado da arbitragem brasileira, o comando da entidade esperava mais cuidado e atenção de Gaciba. E as críticas a seu trabalho, antes presentes apenas nas vozes dos clubes, ganharam corpo dentro da CBF. As constantes interferências do diretor na escala já vinham gerando desgaste entre os árbitros. Há quem diga que, com a insatisfação quase geral, Gaciba possa ser tirado de sua cadeira. Dois pontos, no entanto, ainda evitam tal cenário: a simpatia do presidente Rogério Caboclo e o temor de uma crise ainda maior em caso de mexida em tão delicado departamento neste momento de turbulência. (Por Pedro Ivo Almeida e Rodrigo Mattos)

UOL de Primeira