PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Google se recusa a apresentar dados de e-mail usado por hacker ao SPFC

Do UOL, em São Paulo

30/07/2020 04h00

À Justiça, o Google se recusou a apresentar os dados do endereço de e-mail utilizado por um suposto hacker para chantagear o clube em novembro do ano passado. A empresa argumentou que os acessos ao endereço foram todos feitos da União Europeia - países como Suécia, Letônia e Irlanda. Por causa da legislação europeia, o Google disse à Justiça Brasileira que não tinha como cumprir uma ordem judicial conseguida pelo São Paulo, que determinava a apresentação dos dados. A ordem foi suspensa, mas o processo ainda será julgado definitivamente e ela pode ser retomada.

O São Paulo foi ameaçado em novembro do ano passado por um hacker que se denominava "Edward Lorenz". Em uma série de e-mails enviados a diretores e conselheiros, Lorenz afirmava que tinha em mãos documentos sigilosos do clube, envolvendo transações de atletas e dados financeiros, e que iria publicá-los caso não recebesse R$ 1 milhão de reais. (Por Pedro Lopes)

Fed. Mineira orienta concentração de 48 horas, mas clubes ignoram

A Federação Mineira de Futebol (FMF) orientou, por meio de seu protocolo para retorno do esporte em meio à pandemia do novo coronavírus, a concentração de dois dias antes das partidas do Campeonato Mineiro 2020. Os clubes, entretanto, ignoraram a sugestão feita pela entidade. América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro não se concentraram antes dos jogos válidos pela 10ª rodada do Estadual, no último domingo (26). Para os jogos ocorridos na noite de ontem (29), a situação foi diferente. Como jogaram fora de Belo Horizonte, Coelho e Raposa acabaram se concentrando 48 horas antes da partida. O Galo, no entanto, seguiu sem fazer concentração de seu elenco no período. Procurada, a federação informou que os médicos dos clubes são os responsáveis por determinar a situação. (Por Thiago Fernandes)

Caio explica contato com colegas antes de detectar covid-19

Caio Ribeiro esclareceu para a De Primeira o contato que teve com os colegas Casagrande e Cléber Machado que o fizeram fazer testes de covid-19. O comentarista da Globo disse que participou de programas na segunda e na quarta-feira da última semana por que só sentiu sintomas na quinta, dia que avisou para a direção da Globo sobre a questão. "Na mesma hora em que soube da minha esposa, avisei a direção da casa e imediatamente parei de participar dos programas e transmissões. A questão é que, como não tive sintomas e na quarta fiz o jogo, eles acharam melhor testar os dois também. E graças a Deus, deu negativo. Eu fiz o teste na sexta e o resultado saiu nessa segunda, mas desde a quinta comuniquei a Globo e todas as pessoas", disse o ex-jogador. (Por Gabriel Vaquer)

Clube da França fez consulta por Jair, volante do Atlético-MG

O Toulouse, da França, fez uma consulta ao estafe de Jair, volante do Atlético-MG, para saber a situação do jogador no mercado da bola. A conversa ocorreu diretamente com os empresários do meio-campista de 25 anos. O departamento de futebol alvinegro, liderado por Alexandre Mattos, ainda não foi comunicado sobre o interesse. O atleta tem contrato na Cidade do Galo até dezembro de 2022. Ele tem sido reserva da equipe comandada por Jorge Sampaoli na volta do futebol em meio à pandemia do novo coronavírus. (Por Thiago Fernandes)