PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Algoz de organizadas, Procurador defende protestos: "cansaram de opressão"

Integrantes de torcidas dos times de São Paulo protestaram no último domingo em atos na Avenida Paulista - Roberto Casimiro/Estadão Conteúdo
Integrantes de torcidas dos times de São Paulo protestaram no último domingo em atos na Avenida Paulista Imagem: Roberto Casimiro/Estadão Conteúdo
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

02/06/2020 04h00

Atualmente Procurador de Justiça criminal em São Paulo, Paulo Castilho se notabilizou pela atuação como promotor em casos envolvendo violência de torcidas organizadas no estado. Algoz dos grupos, foi o grande "pai" da ideia dos clássicos com torcida única durante sua carreira no Ministério Público e chegou a pedir a extinção dos grupos à época. Mesmo com o posicionamento historicamente contrários, o ex-promotor manifestou à De Primeira seu apoio às manifestações em favor da democracia promovida por organizadas dos clubes paulistanos em São Paulo no final de semana. "Torcidas organizadas representam uma camada muito grande e humilde da sociedade, a maioria vem de comunidades. Estão defendendo a democracia, no sentido de preservar os direitos humanos, o judiciário, o ministério público. Cansaram de ver essa opressão autoritária, essas posições de se fechar o congresso, se fechar o judiciário", defendeu.

Castilho mostrou preocupação com o tratamento dado as manifestações, que terminaram em confronto com a polícia, defendeu a legitimidade das organizadas e citou as manifestações em favor do presidente Jair Bolsonaro. "Acho esse movimento muito legítimo, pobreza não é defeito, e eles tem que ser recebidos pelas autoridades do mesmo jeito que estão sendo recebidos os burgueses que protestam pela ditadura, pelo fechamento do STF. Eles estavam em uma manifestação pacífica. Menos de um terço da população é favor de ditadura, eles representam 70% da população nesse discurso a favor da democracia". (Por Pedro Lopes)

UOL de Primeira