PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Carta da Conmebol não convence, e Libertadores-2020 segue ameaçada

Troféu da Copa Libertadores da América - Matthias Hangst/Getty Images
Troféu da Copa Libertadores da América Imagem: Matthias Hangst/Getty Images
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

23/04/2020 04h00

A nota oficial da Conmebol informando que setembro segue como data prevista para o início das eliminatórias da Copa do Mundo-2022 e a "determinação para finalizar" as edições 2020 das copas Libertadores e Sul-Americana não convenceu as confederações do continente. De acordo com representantes de ao menos três entidades envolvidas, o tom não foi o adequado, uma vez que a Conmebol segue sem qualquer perspectiva de retomada das partidas que necessitem de viagens entre os países.

Para os presentes, o momento era de manter a cautela e evitar projeções que só aumentarão a pressão por uma solução futura. Com exceção dos representantes colombianos, mais preocupados em ratificar a disputa da adiada Copa América em seu solo em 2021, os cartolas não demonstraram aprovação ao que foi conversado. Para a grande maioria, as competições de clubes geridas pela entidade sul-americana seguem ameaçadas - conforme mostrou o UOL Esporte nos últimos dias. Viagens internacionais entre países com situações de saúde tão distintas ainda são uma realidade distante de ser enxergada pelos dirigentes para 2020. A Conmebol, por sua vez, preocupada com a reação do mercado e possível fuga de parceiros comercias, não recua no discurso de que tudo será resolvido neste ano. (Por Pedro Ivo Almeida)

UOL de Primeira