PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Ministério da Saúde não recomenda futebol antes de junho

Ministério da Saúde, comandado por Luiz Henrique Mandetta (centro), não quer saber de bola rolando antes de junho - José Dias/PR
Ministério da Saúde, comandado por Luiz Henrique Mandetta (centro), não quer saber de bola rolando antes de junho Imagem: José Dias/PR
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

16/04/2020 04h00

O Ministério da Saúde não quer que a bola volte a rolar no futebol brasileiro antes de junho. A recomendação do órgão vem sendo repetida nos contatos praticamente diários entre interlocutores do ministro Luiz Henrique Mandetta e a alta cúpula da CBF sobre a pandemia do novo Coronavírus. O lado de Brasília envolvido na conversa assegura que nem mesmo a iminente mudança no comando da pasta alteraria o cenário, uma vez que parte do corpo técnico seguirá no trabalho.

Para os representantes do Ministério, não há condições de garantir a saúde dos envolvidos e o controle da circulação do vírus em eventos que contam com muito mais que os 22 jogadores em campo nos próximos 45 dias. Com o número de mortes e casos confirmados subindo a cada dia, a ordem é de extrema cautela. A CBF repete ao Ministério que, apesar da pressão de clubes e outros agentes envolvidos, irá seguir a recomendação. Nas conversas, o cenário de um retorno em junho, inclusive, é tratado como algo muito otimista. A confederação segue desenhando opções e analisando uma possível volta do futebol ainda mais para frente. (Por Pedro Ivo Almeida)

UOL de Primeira