PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Salários atrasados foram chave para fracasso de negociação clubes x atletas

Jogadores do Vasco mantém "lei do silêncio" mesmo com parada forçada do coronavírus: atrasos salariais de longa data - Rafael Ribeiro / Vasco
Jogadores do Vasco mantém "lei do silêncio" mesmo com parada forçada do coronavírus: atrasos salariais de longa data Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL em São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e em Aracaju

01/04/2020 04h00

A enorme quantidade de clubes com salários ou direitos de imagem atrasados foi um fator determinante para que as negociações entre atletas e equipes por uma possível redução de salário fracassassem, neste período de crise com o futebol brasileiro paralisado. Os jogadores e os sindicatos que os representam queriam incluir na pauta sobre redução futura uma obrigatoriedade de pagamento dos valores em atraso —como as situações variam de clube para clube, não foi possível uma negociação coletiva.

Há diversos clubes na Série A com salário ou imagem atrasados, alguns deles tradicionais. Nas divisões inferiores, a situação é ainda pior. Com o fracasso das negociações até o momento, equipes e seus atletas têm discutido individualmente a situação salarial. (Por Pedro Lopes)

UOL de Primeira