PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Para Neymar, PSG criou "fogueira" ao preservá-lo antes de jogo decisivo

Neymar em ação pelo PSG contra o Borussia Dortmund pela Champions League  - PressFocus/MB Media
Neymar em ação pelo PSG contra o Borussia Dortmund pela Champions League Imagem: PressFocus/MB Media
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo, Belo Horizonte, Santos e no Rio de Janeiro

20/02/2020 04h00

Neymar se sentiu jogado em uma "fogueira" pelo PSG ao ser preservado por quatro jogos contra sua vontade e tendo que retornar, sem ritmo de jogo, na partida mais importante da temporada, contra o Borussia Dortmund, anteontem (17), pela abertura dos mata-matas da Liga dos Campeões. Segundo pessoas próximas ao atacante, um dos motivos que o levou a insistir para estar em campo contra Lyon, Dijon e Ames foi o desejo de chegar ao confronto na Alemanha no auge físico e técnico.

Isso não aconteceu. Apesar de ter marcado um gol e ter tido boa atuação na derrota por 2 a 1, Neymar se sentiu distante da condição física ideal e sofreu para manter o rendimento durante os 90 minutos. Na avaliação do jogador, o período fora dos gramados por decisão médica do PSG interrompeu sua melhor fase com a camisa do clube parisiense, criou uma nova polêmica e aumentou a pressão para que, sem ritmo de jogo, respondesse com uma grande atuação. (Por Pedro Lopes)

UOL de Primeira