PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Brasil olímpico fará amistosos em data Fifa e inicia lobby por liberações

Seleção olímpica quer contar com suas estrelas nos amistosos e também nos Jogos de Tóquio, marcados para julho e agosto - REUTERS/Luisa Gonzalez
Seleção olímpica quer contar com suas estrelas nos amistosos e também nos Jogos de Tóquio, marcados para julho e agosto Imagem: REUTERS/Luisa Gonzalez
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Bucaramanga (Colômbia) e São Paulo

11/02/2020 04h00

A seleção brasileira sub-23 usará as próximas "datas Fifa" para fazer amistosos de olho em Tóquio-2020. O torneio olímpico será disputado em julho. Enquanto a seleção principal disputará as Eliminatórias para a Copa de 2022, o time mais jovem fará jogos preparatórios sob o comando de André Jardine. Já há algumas alternativas e convites, mas ainda não há acordo assinado. A chamada para os amistosos, inclusive, já faz parte do trabalho de lobby que a entidade fará para a liberação dos atletas durante as Olimpíadas, uma vez que a competição será disputada fora da data Fifa.

É provável que a CBF tenha dificuldades de liberação até mesmo com clubes brasileiros, já que os Jogos Olímpicos serão disputados em um período com mata-mata de Libertadores e Copa do Brasil. Isso sem falar do calendário do Brasileirão. Com os times europeus, a dúvida é sobre a importância de cada atleta na pré-temporada no Velho Continente. Até lá, atletas que hoje estão no banco podem se revelar fundamentais, ao passo que jogadores hoje indispensáveis poderiam perder em status, de acordo com desempenho. (Por Danilo Lavieri)

UOL de Primeira