PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Pacote Jesualdo custa R$ 6 mi a menos ao Santos que comissão de Sampaoli

Jesualdo Ferreira sorri durante entrevista coletiva de apresentação no Santos, ontem (8), na Vila Belmiro - Fernanda Luz/AGIF
Jesualdo Ferreira sorri durante entrevista coletiva de apresentação no Santos, ontem (8), na Vila Belmiro Imagem: Fernanda Luz/AGIF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Sâo Paulo

09/01/2020 04h00

A diretoria do Santos economizará com a chegada de Jesualdo Ferreira para o lugar de Jorge Sampaoli em 2020. Segundo apurou a De Primeira, o técnico português e toda a sua comissão técnica custarão ao Santos R$ 1,2 milhão por mês - R$ 15,6 milhões por ano -, somando 13º salário e mais encargos.

Sendo assim, o 'pacote Jesualdo' sairá cerca de 30% mais barato que Sampaoli e seus profissionais. Na temporada passada, o 'pacote argentino' custava ao Santos R$ 1,7 milhão por mês, totalizando pouco mais de R$ 22 milhões, somando os mesmos encargos. (Por Eder Traskini e Samir Carvalho)

Jesualdo empolga em 1º contato e mostra simpatia diferente de Sampaoli

E o Santos não está satisfeito apenas com a economia. Bastou a primeira conversa "cara a cara" para o Santos como um todo se encantar pelo português Jesualdo Ferreira. O novo técnico do Peixe teve os primeiros contatos com os funcionários de todos os departamentos do clube entre anteontem (7) e ontem (8) e a opinião foi unânime: simpático e atencioso. Jesualdo parou para conversar com cada um e deixou a impressão oposta a do antigo técnico, Jorge Sampaoli. O argentino, mais introvertido, dava "bom dia" para alguns, mas relatos dizem que costumava ignorar uma parte dos funcionários. Em sua apresentação, arrancou risadas dos presentes em diversas oportunidades, mas confessou que tinha fama de antipático em Portugal e agradeceu quando disseram-lhe o oposto. (Por Eder Traskini)

Branco e Bebeto reaproximaram Romário da CBF

Após alguns anos completamente rachado com a CBF, Romário prestigiará um evento da entidade hoje (9). O "Baixinho" estará no gramado da Arena Castelão no jogo festivo entre a equipe de 1994 brasileira e a seleção italiana da época, reeditando a final da Copa do Mundo dos Estados Unidos. Os principais responsáveis pela breve paz entre as partes foram o ex-lateral e agora coordenador de seleções de base, Branco, e Bebeto. Amigos pessoais do senador, ambos convenceram o craque do tetra a passar por cima das diferenças e prestigiar a festa. Ele já havia ignorado uma outra comemoração em 2019. O presidente da confederação, Rogério Caboclo, assumiu o contato e festejou a confirmação de Romário. O ex-jogador, por sua vez, disse aos mais próximos que segue rompido com os cartolas e que irá "apenas pela festa". (Por Pedro Ivo Almeida)

Fla: Juan tem aprovação de Bap e ganha força para substituir Pelaipe

O martelo ainda não está batido, mas o nome do ex-zagueiro Juan ganha força para ser o substituto do gerente Paulo Pelaipe, demitido do Flamengo na última segunda-feira (6). Juan, que se aposentou em 2019, é um nome respeitado na Gávea e a conta com a simpatia de Luiz Eduardo Baptista, o Bap, vice-presidente de relações exteriores. Bap foi um dos grandes entusiastas da deemissão do Pelaipe, ainda que a palavra final tenha sido do presidente Rodolfo Landim. Juan tem trânsito no clube e atua como uma espécie de "estagiário" desde que pendurou as chuteiras. (Por Leo Burlá)

Red Bull: Carlos Carvalhal tem multa de R$ 4,5 milhões no Rio Ave

Carlos Carvalhal é um dos alvos do Red Bull Bragantino para o cargo de treinador. O português já conversou com Thiago Scuro, CEO do clube paulista, e tem um empecilho para deixar o futebol de seu país. Hoje, a multa do técnico com o Rio Ave é de um milhão de euros (R$ 4,52 milhões na cotação atual). O clube lusitano exige uma compensação financeira para liberar o comandante no mercado da bola. No entanto, admite que é possível negociar o valor e a forma de pagamento. Além de Carlos Carvalhal, o time de Bragança Paulista conversa com outros três treinadores - todos trabalham no exterior. (Por Thiago Fernandes)

São Paulo negocia renovação de contrato com lateral-direito formado em Cotia

O São Paulo está na fase final das negociações para renovar o contrato de Caio Felipe, lateral-direito que foi campeão da Copa São Paulo de 2019. O jogador de 20 anos tem contrato somente até 30 de junho apenas, mas seus representantes confiam que a renovação será concluída em breve. Como o elenco profissional já conta com Juanfran e Igor Vinícius, além de Daniel Alves, Caio deve ser emprestado para ter mais espaço caso o contrato seja mesmo esticado. Ele não tem mais idade para fazer parte das categorias de base do clube. (Por Bruno Grossi)

Autor de gol em vitória do Lyon, Jean Lucas não planeja volta ao Brasil

Vendido pelo Flamengo ao Lyon em julho passado, Jean Lucas teve a volta ao Brasil especulada neste mercado da bola. No entanto, o estafe do meio-campista não quer um retorno ao país neste momento. A De Primeira apurou que o atleta e seus agentes sequer cogitam o retorno ao futebol nacional. A intenção é que ele siga no Lyon, clube com o qual tem contrato até junho de 2024. De todo modo, com ouvidos abertos a uma transferência para outra equipe do mercado europeu. Negociado por oito milhões de euros, o volante de 21 anos participou de 12 jogos de sua equipe na temporada, com uma assistência e dois gols. Um dos gols foi marcado ontem, na vitória por 3 a 1 sobre o Stade Brestois, pela Copa da Liga Francesa. (Por Thiago Fernandes)

Ex-técnico de jovem aliciado trocou Botafogo pelo Athletico em 2019

Botafogo e Athletico trocaram notas oficiais sobre o aliciamento de Bernardo Valim, de apenas 13 anos, que deixou o Rio de Janeiro nesta virada de ano. Os paranaenses explicaram que o contato partiu da própria família, mas uma coincidência precede esses fatos. Jonas Dell'omo era técnico do sub-13 do Alvinegro foi contratado pelo Rubro-negro seis meses antes da jovem promessa trocar de clube. Também causou estranheza que o movimento tenha ocorrido um mês antes do jovem completar 14 anos. É que a partir do fim de janeiro ele poderá assinar uma bolsa de formação, que junto com o certificado de clube formador, garantira ao Alvinegro o direito de pleitear indenização em caso de transferência. (Por Bernardo Gentile)