Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Conduta incômoda e pouco trabalho: Emerson Sheik balança no Corinthians

Marcio Komesu/UOL
Imagem: Marcio Komesu/UOL
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

01/11/2019 04h00

Não é apenas Fábio Carille que pode deixar o Corinthians. Emerson Sheik também balança no cargo de gerente de futebol por desagradar a grande maioria dos comandantes do clube. Segundo apurou a De Primeira, há insatisfação interna na cúpula por má conduta e até pouco trabalho. Os próprios jogadores alegam que ele está longe do perfil de seus antecessores: casos de Edu e Alessandro, que já eram bons exemplos de conduta no período em que jogavam.

Segundo os profissionais do clube, a má conduta impede Sheik de exercer sua autoridade em relação ao elenco. Aliás, o fato de o ex-atacante nunca cobrar o técnico Fábio Carille também desagrada. O trabalho de Sheik não é reconhecido no CT Joaquim Grava. Ele não colaborou na montagem do elenco e nem no momento de crise do time. Sheik não concedeu nenhuma entrevista coletiva após eliminações e tropeços do Alvinegro. Ainda há uma sensação que o ídolo da torcida dá pouco expediente no centro de treinamento. (Por Samir Carvalho)

UOL de Primeira