PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Polícia não vê crime e caminha para arquivar inquérito por morte de Thalles

Parentes, amigos e ex-companheiros lamentam a morte de atacante durante velório - Bruno Braz/UOL
Parentes, amigos e ex-companheiros lamentam a morte de atacante durante velório
Imagem: Bruno Braz/UOL

Do UOL, em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

28/06/2019 04h00

Após instaurar um inquérito para apurar possíveis crimes relacionados à morte de Thalles, a Polícia Civil do Rio de Janeiro caminha para arquivar o caso. Investigadores ouvidos pela De Primeira não encontraram nenhuma sinalização de possível crime relacionado à forte colisão de moto em São Gonçalo - região metropolitana fluminense - que acabou tirando a vida do atacante que pertencia ao Vasco e estava emprestado à Ponte Preta.

Com os culpados pelos homicídios culposos - condutores das motos - já falecidos, não há ninguém que venha a ser responsabilizado e, posteriormente, julgado pelo caso. A expectativa é que tal decisão seja oficializada em até 20 dias. (Por Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida)

Palmeiras: conselheiros pressionam Galiotte por torcida na Arena da Baixada

Um grupo de seis conselheiros do Palmeiras enviou uma carta ao presidente Maurício Galiotte pressionando para que ele tome medidas que assegurem que a torcida possa ir a jogos contra o Athletico-PR na Arena da Baixada, com espaço reservado e usando as cores do time. Nos jogos do Athletico em casa, os visitantes ficam misturados aos locais e não podem usar camisa de outra equipe. A carta sugere ainda a remoção da rede de proteção no setor visitante do Allianz Parque, que causou críticas do Athletico após o jogo entre os times neste mês. Galiotte recebeu a carta, mas o entendimento é que dificilmente algo poderá ser feito, já que são situações que não dependem do Palmeiras. (Por Danilo Lavieri e Leandro Miranda)

CBF fará reunião com técnicos antes de jogo da Argentina no Maracanã

Os 20 técnicos da Série A do Campeonato Brasileiro têm compromisso nesta sexta-feira, às 14h, no Maracanã. Horas antes do duelo entre Argentina e Venezuela, pela Copa América, os treinadores terão encontro com Juninho Paulista, recentemente nomeado diretor de Desenvolvimento do Futebol Brasileiro. A conversa acontecerá no camarote de propriedade da entidade no estádio, e será um primeiro contato do dirigente com os profissionais. Após o encontro, todos permanecem para acompanhar a partida no estádio carioca. (Por Leo Burlá)

Corinthians deve receber cerca de R$ 400 mil por amistoso em Ribeirão Preto

O amistoso contra o Botafogo-SP amanhã pode render cerca de R$ 400 mil ao Corinthians, segundo projeção feita pelo clube de Ribeirão Preto-SP. A estimativa depende bastante do tamanho do público que comparecer ao amistoso, afinal a arrecadação com ingressos será dividida, mas estão garantidas as verbas de placas de publicidade e dos direitos de transmissão negociados com a TV Globo. Acerto semelhante vigora com o Vila Nova-GO, no amistoso de quinta-feira que vem (4); enquanto o jogo com o Londrina-PR é organizado por uma empresa de produções - neste caso o Corinthians negocia e recebe pela transmissão por conta própria. (Por Arthur Sandes)

Trânsito de SP irrita chilenos na Copa América

A delegação do Chile se irritou com o trânsito de São Paulo na última terça-feira, na chegada à cidade, após o ônibus demorar 1h40 para percorrer o trajeto de 40 km entre o aeroporto de Guarulhos e o hotel do time, localizado na região da Vila Olímpia, zona sul de São Paulo, mesmo com a presença de batedores da Polícia Militar. Segundo um integrante da delegação ouvido pela De Primeira, o trânsito de São Paulo foi classificado como "o pior do mundo". Os chilenos devem enfrentar problemas novamente hoje (28), pois a Arena Corinthians, local do duelo com a Colômbia, fica a 33 km do hotel. O horário de chegada ao estádio está previsto para as 18h. (Por Diego Salgado, José Edgar de Matos e José Eduardo Martins)

Santos oferece luvas e aumento salarial para "segurar" Gustavo Henrique

O Santos acredita que avançou nas negociações para renovar com o zagueiro Gustavo Henrique. A De Primeira apurou que o clube aposta tudo nas "luvas" pois o valor é considerado bastante relevante. Além disso, o salário do jogador será reajustado de R$ 200 mil para R$ 350 mil, caso aceite a proposta. (Por Samir Carvalho)

Atlético-MG recorreu a linha de crédito por reforços de R$ 20 milhões

O Atlético-MG gastou US$ 5,2 milhões (R$ 20 milhões na cotação atual) para adquirir Lucas Hernández e Ramón Martínez. No entanto, não usou recursos próprios para comprar os direitos econômicos da dupla no mercado da bola. O clube recorreu ao crédito financeiro para levá-los à Cidade do Galo. A cúpula não confirma oficialmente, mas uma pessoa ligada à diretoria revela que a alternativa foi recorrer a uma linha de crédito para aquisição de ambos. Além disso, os dois pagamentos foram parcelados pela cúpula. Sem dinheiro em caixa, o clube contou com a parceria do Banco BMG no início do ano. Nas negociações mais recentes, porém, o presidente Sérgio Sette Câmara buscou aporte em outras instituições. (Por Thiago Fernandes)

Cruzeiro paga mais da metade do salário de Bruno Silva no Fluminense

Bruno Silva rescindiu o seu contrato com o Cruzeiro em janeiro de 2019. O volante, no entanto, segue recebendo do clube. Como tinha contrato até dezembro de 2019, o jogador e seu estafe, liderado pelo agente Carlinhos Sabiá, exigiram que os mineiros seguissem pagando parte do contrato para se mudar ao Fluminense. Nas Laranjeiras, ele mantém o vencimento que teria em seu segundo ano de contrato na Toca da Raposa II. Os mineiros desembolsam cerca de R$ 200 mil mensais, enquanto o Flu se limita a pagar o teto estipulado pela antiga gestão - R$ 150 mil por mês. (Por Léo Burlá e Thiago Fernandes)