Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Estado grave de Eurico aumentou briga e rachou grupo histórico do cartola

Aliados de Eurico Miranda (acima, de azul) comemoram vitória do cartola em eleição de 2014. Hoje, grupo briga pela herança política do dirigente que morreu na terça (12) - Bruno Braz/UOL
Aliados de Eurico Miranda (acima, de azul) comemoram vitória do cartola em eleição de 2014. Hoje, grupo briga pela herança política do dirigente que morreu na terça (12)
Imagem: Bruno Braz/UOL
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

13/03/2019 04h00

A morte de Eurico Miranda no início da tarde da última terça-feira (12) confirmou um cenário que pessoas mais próximas já previam há algumas semanas: o fim da era do cartola. Diante do quadro iminente, o grupo político histórico do cartola, o "Casaca", rachou - algo inimaginável até então. Com o grande líder distante e doente, dois "subgrupos" começaram a surgir como "postulantes" a protagonistas no tabuleiro do xadrez político do Vasco nos próximos meses.

De um lado, Sérgio Frias e Eduardo Maganha; do outro, João Carlos Nóbrega. As duas partes trocavam acusações e disputavam a liderança do grupo que ameaçava ficar sem o grande líder em breve. A herança política de Eurico já estava em jogo antes mesmo de sua partida. (Por Pedro Ivo Almeida)

Mais UOL de Primeira