PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Avanti amarga queda com transição e vira alvo de críticas no Palmeiras

Torcida do Palmeiras deve lotar Allianz no início de 2019, mas queda no sócio-torcedor é motivo de questionamentos - Gero Rodrigues/O Fotográfico/Estadão Conteúdo
Torcida do Palmeiras deve lotar Allianz no início de 2019, mas queda no sócio-torcedor é motivo de questionamentos Imagem: Gero Rodrigues/O Fotográfico/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo, Santos, Porto Alegre e Belo Horizonte

18/01/2019 04h00

O programa de sócio-torcedor do Palmeiras tem enfrentado algumas dificuldades no início de ano e uma queda no número de fãs ativos. Filas quilométricas para troca de carteirinha, diminuição no número de sócios adimplentes e chuva de reclamação nas redes sociais e nos canais oficiais do Avanti foram registradas neste início de 2019. Os problemas viraram um dos pontos centrais para que a oposição pudesse fazer críticas a atual gestão.

O clube tem monitorado as reclamações e tem ciência do problema. Uma das justificativas é que o programa passa por um processo de troca de todas as carteirinhas para se adequar às novas catracas que serão usadas pela WTorre. Boa parte dos associados precisou ir pessoalmente para pegar a nova identificação no domingo, horas antes do jogo comemorativo do Zé Roberto, e foi impedido de acompanhar toda a festa por conta das filas. Mesmo sem abrir dados oficiais, o clube admite a queda no número de sócios adimplentes e, internamente, entende que o número negativo seria resultado normal do início do ano, quando vários param de pagar temporariamente por conta do calendário com menos partidas. O Avanti é uma das meninas dos olhos do clube desde 2013. (Por Danilo Lavieri)

Vídeos de Sampaoli quase barraram zagueiro titular do Santos

O zagueiro Gustavo Henrique quase perdeu espaço no Santos por conta dos vídeos assistidos pelo técnico Jorge Sampaoli. Isso porque o argentino focou na derrota santista por 2 a 1 para o Sport, na Ilha do Retiro, na última rodada do Brasileiro de 2018. Na ocasião, o Santos tomou um sufoco na defesa, e Sampaoli não gostou de algumas falhas do defensor. Mas o treinador mudou de ideia após conselhos internos e o bom desempenho de Gustavo Henrique no amistoso contra o Corinthians. (Por Samir Carvalho)

Vai sair? Everton dá susto em torcida do Grêmio no Instagram

A torcida do Grêmio tomou um susto nas redes sociais ao notar que Everton parou de seguir o perfil oficial do clube no Instagram, mudou foto e retirou da descrição o status de "jogador do Grêmio". O rebuliço durou poucas horas, mas foi o suficiente para gerar um esclarecimento. A conta do meia-atacante passou por reformulação e o unfollow foi dado por engano, segundo assessoria de imprensa. Everton fechou 2018 em alta. Titular absoluto após anos como reserva promissor, o camisa 11 foi artilheiro isolado do Grêmio e chegou a ser convocado por Tite para amistosos da seleção. A direção do clube gaúcho garante não ter ofertas, mas sabe que a saída é muito provável na próxima janela europeia, entre junho e agosto. (Por Jeremias Wernek)

Atlético-MG quer mais de R$ 10 milhões para liberar Elias

Na reunião que teve com Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Internacional, em 9 de janeiro passado, o Atlético-MG informou que não pretende liberar Elias. Porém, fixou preço para que os gaúchos levassem o jogador de 33 anos. A pedida era de 2,5 milhões de euros (R$ 10,7 milhões na cotação atual). O valor é idêntico ao que o clube desembolsou para tirá-lo do Sporting, de Portugal. Outra alternativa seria envolver William Pottker ou Zeca no acordo. O Colorado, no entanto, negou as duas possibilidades, alegando que são atletas mais jovens e úteis ao elenco comandado por Odair Hellmann. A diretoria fala publicamente em renovar com o meio-campista que tem contrato até dezembro de 2019. Todavia, ainda não o procurou para conversar sobre o assunto. (Por Thiago Fernandes)

Jovem irrita Sampaoli ao chegar 10 kg acima do peso

O jovem zagueiro Sabino, um dos destaques do extinto sub-23 do Santos, durou apenas um dia sob o comando do técnico Jorge Sampaoli. O atleta de 22 anos foi um dos jogadores que voltaram de férias acima do peso e irritaram o comandante argentino, como revelou o UOL Esporte. No caso de Sabino, ele retornou com 10 kg acima do peso ideal e foi colocado para treinar separado. O Coritiba tem interesse em sua contratação. (Por Samir Carvalho)

Ricardo Oliveira foi procurado por clube de Ronaldo

Pedido do técnico Jorge Sampaoli para o Santos em 2019, Ricardo Oliveira foi procurado pelo Real Valladolid, da Espanha, clube de Ronaldo Fenômeno, antes de renovar o contrato com o Atlético-MG, em setembro do ano passado. A informação foi confirmada por Augusto Castro, agente do centroavante de 38 anos, à De Primeira. O jogador poderia se mudar para o futebol espanhol na atual janela de transferências. No entanto, para evitar a saída de seu artilheiro no ano, o Galo agilizou a prorrogação do vínculo do jogador. Ele tem compromisso até dezembro de 2020. (Por Thiago Fernandes)