UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

Sérgio Lima/Folha Imagem

Moacir recebe de Lula camiseta da seleção com seu nome e medalha

Moacir recebe de Lula camiseta da seleção com seu nome e medalha

27/06/2008 - 08h30

Em dificuldades no Equador, Moacir comemora futura aposentadoria

Renan Prates
Em Brasília (DF)
O plano do presidente Lula de proporcionar uma aposentadoria aos ex-campeões mundiais foi muito bem recebido pelos jogadores que marcaram época na Copa de 1958. Mas sem dúvida o que mais ficou contente foi o ex-meia Moacir, reserva da seleção brasileira na Suécia.

Atualmente, Moacir vive com dificuldades em Guayaquil (Equador), há 250 km da capital Quito. O ex-meia do Flamengo dá aulas em uma escolinha de futebol na cidade.

Convidado pela organização do evento que homenageia os campeões de 58, Moacir ficou muito surpreso ao ouvir o projeto do presidente Lula. "Achei extraordinário. Esperamos agora que o presidente consiga concretizar esse projeto".

Moacir disse que o pior momento que passou foi quando descobriu o seu câncer na próstata, e exaltou a ajuda de seus amigos nessa hora. "Eles me levaram para um hospital do Peru para tratar. Foram muito atenciosos comigo".

Apesar de ter sido reserva de Didi na Copa de 58 - não jogou uma partida sequer - Moacir recebeu o carinho do público que compareceu ao Palácio do Planalto, tirando fotos e dando autógrafos para os fãs. Conversa, só em portunhol, já que Moacir mora há muito tempo fora do país.

Moacir atuou sete vezes com a camisa canarinho (5 vitórias, 1 empate e 1 derrota), marcando dois gols. Além da Copa do Mundo de 1958, ele também conquistou a Copa Roca de 1957 e a Taça do Atlântico, em 1960.

Hospedagem: UOL Host