PUBLICIDADE
Topo

Senegal

Ex-dono do Tottenham faz post racista sobre senegaleses e cria polêmica

20/06/2018 10h31

Classificação e Jogos

O empresário e ex-proprietário do Tottenham Alan Sugar, que também é apresentador da BBC, comparou os jogadores do Senegal a "manteros", como são chamados os vendedores ambulantes na costa espanhola. A publicação dele no Twitter gerou polêmica.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

"Reconheço esses caras da praia de Marbella. Uns garotos multitarefas com recursos", tuitou Sugar sobre a equipe senegalesa que derrotou a Polônia por 2 a 1, na última terça-feira (19), na Copa do Mundo da Rússia.

A mensagem estava acompanhada de uma montagem: a equipe e, as seus pés, o material usado por camelôs - um pano no chão e, sobre ele, bolsas e óculos de sol -, em geral imigrantes africanos.

Pouco depois, Sugar apagou a mensagem após ser muito criticado na rede social. "Parece que fui incorretamente interpretado como ofensivo por algumas poucas pessoas", tuitou Sugar, insistindo no que, para ele, era "divertido".

Sugar - Reprodução/Twiitter - Reprodução/Twiitter
Alan Sugar comparou jogadores a camelôs
Imagem: Reprodução/Twiitter

Depois, ele se manifestou mais uma vez. "Eu julguei errado meu tuíte de mais cedo. Minha intenção não era ofender, e claramente minha tentativa de fazer graça foi rebatida. Deletei o tuíte e peço muitas desculpas."

Sugar apresenta na BBC a versão britânica do programa "O Aprendiz". Também no Twitter, a apresentadora da BBC Babita Sharma criticou a mensagem, classificando-a de "repugnante e escandalosa".

Senegal