PUBLICIDADE
Topo

Maradona diz que seria preso por "la mano de dios" se VAR existisse em 1986

Com a mão, Diego Maradona marca o gol que ficou conhecido como "La Mano de Dios" - Allsport UK/Allsport
Com a mão, Diego Maradona marca o gol que ficou conhecido como "La Mano de Dios"
Imagem: Allsport UK/Allsport

Do UOL, em São Paulo

06/07/2018 10h52Atualizada em 06/07/2018 11h20

Classificação e Jogos

Se ninguém segura, o craque argentino Diego Armando Maradona não escapa de uma polêmica. Na controvérsia mais recente, ele aproveitou para criticar o sistema de árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês).

Veja a tabela completa, as datas e as chaves das quartas de final
Simule os resultados das quartas de final 
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

Disse em vídeo publicado nesta sexta (6) no seu perfil oficial no Instagram que, se a tecnologia existisse na Copa de 1986, não haveria dúvidas: "Eu seria preso." Ele se referiu ao gol que fez usando a mão contra a Inglaterra, nas quartas de final. A Argentina venceu a partida por 2 a 1 e avançou até se tornar a campeã do torneio.

O tento marcado na ocasião se tornou célebre na história do futebol por ter sido validado, mesmo após o craque ter esticado o braço para alcançar e tocar a bola. Questionado após o duelo, na época, Maradona afirmou: "Marquei um pouco com a cabeça e um pouco com a mão de Deus ['la mano de dios', em espanhol]."

"Não poderia enganar o público presente no estádio no dia daquela partida nem as pessoas que assistiam ao jogo no mundo inteiro", acrescentou, imaginando a possibilidade de haver um VAR naquele Mundial. 

¡Por suerte no hubo VAR en el '86!

Uma publicação compartilhada por Diego Maradona Oficial (@maradona)

em

Copa 2018