PUBLICIDADE
Topo

Nigéria

Ex-seleção nigeriana diz que time não tem craques, mas possui coletividade

Do UOL, em São Paulo

16/06/2018 12h56

Classificação e Jogos

O ex-jogador Taribo West, que vestiu 42 vezes a camisa da seleção da Nigéria, afirmou que a equipe do país na Copa do Mundo da Rússia não tem craques, mas pode contar com o jogo coletivo para fazer uma boa campanha.

Brasil estreia às 15h deste domingo; veja a tabela
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
Super-heróis: Marcelo sofreu com 7 a 1 e ganhou peso

"Não há grandes nomes, de classe mundial, mas acho que [o treinador] Gernot Rohr fez um ótimo trabalho e criou um time forte e jovem. Ele sabe obter o máximo dos jogadores”, declarou o atleta aposentado, em entrevista publicada neste sábado (16), à versão croata do site esportivo Goal.

West, que durante a carreira chegou a defender a Inter de Milão e o Milan, na Itália, além do Auxerre na França, disse que a maior vantagem da Nigéria é a força coletiva.

Ele afirmou que será difícil para a seleção africana se classificar para as oitavas de final, mas que pode obter o feito se jogar no mesmo nível dos times de ponta da Europa.

A Nigéria estreia neste sábado pelo grupo D contra a Croácia, às 16h (horário de Brasília), no estádio de Kaliningrado. As duas seleções disputam a vaga na próxima fase com Argentina e Islândia, que empataram por 1 a 1 na primeira partida da chave.

Nigéria