PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Fora da Copa, Daniel Alves deve demorar até seis meses para voltar a jogar

Tiago Leme

Colaboração para o UOL, em Paris (FRA)

11/05/2018 14h54

Classificação e Jogos

Fora da Copa do Mundo, Daniel Alves deve perder ainda boa parte da temporada 2018/2019 do futebol europeu. Médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar afirmou que o lateral-direito deve ser submetido a cirurgia no joelho direito e que o tempo de recuperação previsto é de seis meses.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

Por meio de comunicado oficial emitido nesta sexta-feira (11), a Confederação Brasileira de Futebol confirma a necessidade de intervenção cirúrgica após análise de Lasmar, que foi até Paris (FRA) para avaliar a situação do lateral.

"Seguindo essa linha de trabalho em conjunto, foram realizados exames complementares minuciosos e confirmado o diagnóstico inicial de lesão do ligamento cruzado anterior, com necessidade de tratamento cirúrgico", diz o comunicado. A cirurgia deve ser feita em duas ou três semanas, após o joelho de Daniel desinchar.

Segundo Lasmar, é o departamento médico do PSG que vai cuidar da cirurgia. Apesar de não precisar um período de recuperação, ele afirmou que lesões do tipo costumam deixar jogadores afastados por cerca de seis meses.

"A cirurgia vai acontecer aqui em Paris, pelos médicos do PSG. Todas as datas, recuperação, tudo mais o PSG vai definir até porque isso não vai acontecer agora, vai ser dentro de um certo tempo", disse Lasmar.

"Não existe um prazo específico. Uma lesão como essa tem um prazo aproximado de 6 meses", completou.

Daniel Alves lesionou o ligamento cruzado anterior do joelho direito nessa terça-feira, na final da Copa da França. O defensor caiu no gramado aos 41 minutos do segundo tempo do jogo, que terminou com vitória por 2 a 0 do Paris 

O lateral já imaginava que não iria para a Copa desde quinta-feira depois de ter visto o resultado de seus exames e de ter conversado com Lasmar. No entanto, só recebeu a confirmação da notícia nesta sexta. 

"Ele ficou muito chateado, foi muito pesado. Mas ele tem muita experiência. Ele tem um equilíbrio e uma condição emocional muito forte, ele queria saber como tudo estava com seu corpo e o que faria para voltar a jogar bola. No começo ele ficou triste, mas imediatamente ele queria saber os próximos passos e o que faria para voltar a jogar bola e voltar a jogar o máximo possível", revelou Lasmar.

Na segunda-feira, Tite vai anunciar lista de 23 convocados da seleção brasileira para Copa do Mundo. Entre os jogadores que vinham sendo chamados pelo treinador, Daniel Alves é a única baixa confirmada.

Copa 2018