PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Osorio diz que não renovou com México por ter interesses de outros lugares

Juan Carlos Osorio, técnico do México, antes do sorteio dos grupos da Copa da Rússia - AFP PHOTO / Kirill KUDRYAVTSEV
Juan Carlos Osorio, técnico do México, antes do sorteio dos grupos da Copa da Rússia Imagem: AFP PHOTO / Kirill KUDRYAVTSEV

Do UOL, em São Paulo

01/03/2018 23h31

Classificação e Jogos

Juan Carlos Osorio pode dar adeus à seleção mexicana logo depois da Copa do Mundo. Em entrevista ao jornal inglês The Sun publicada nesta semana, o técnico colombiano revelou que chegou a recusar uma proposta inicial de renovação pela possibilidade de atuar em outro local, mas que poderia repensar caso a equipe latina avance para o mata-mata no Mundial.

"Se formos (para a próxima fase) eu gostaria de continuar, mas eu fui contatado por outras federações e tenho sentimentos por outros lugares", afirmou o técnico.

Durante a entrevista, o colombiano indicou que Inglaterra ou EUA podem ser o seu destino após a Copa na Rússia. "Meus filhos nasceram nos Estados Unidos, eu adoraria treinar uma equipe na Inglaterra porque sinto falta do dia a dia. A melhor coisa do futebol é fazer os jogadores melhorarem. Eu adoraria estar no Campeonato Inglês."

Apesar de conseguido uma classificação tranquila nas Eliminatórias, Osorio chegou a ser contestado no país. O técnico ainda não tem certeza de que uma continuidade é o melhor a se fazer. "Eu diminuí a possibilidade de renovar meu contrato com a federação mexicana. A razão é que eu quero ser honesto com os meus chefes".

Segundo o colombiano, que dirige a seleção mexicana desde outubro de 2015, jogar em competições da Concacaf "é difícil". "A grama é alta e seca. Eles jogam bolas no campo. As pessoas invadem o campo para parar o jogo. As temperaturas estão acima dos 35 graus. Os estádios não são muito seguros. É uma zona geográfica muito difícil. É inseguro para se jogar futebol. Pode ser perigoso, para ser sincero."

Copa 2018