UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/12/16/apos-encontro-com-ronaldo-e-teixeira-romario-pega-leve-as-coisas-vao-ficar-mais-claras.htm
  • Após encontro com Ronaldo e Teixeira, Romário pega leve: "As coisas vão ficar mais claras"
  • 26/01/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Para o deputado federal Romário, Ronaldo traz credibilidade ao comitê da Copa

Para o deputado federal Romário, Ronaldo traz credibilidade ao comitê da Copa

16/12/2011 - 17h08

Após encontro com Ronaldo e Teixeira, Romário pega leve: "As coisas vão ficar mais claras"

Luiz Maurício Monteiro
No Rio de Janeiro

A ofensividade dos tempos de jogador vinha sendo a mesma demonstrada pelo atual deputado federal Romário (PSB-RJ) nas críticas ao Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014 (COL). Entretanto, nesta sexta-feira, na sede do órgão, na zona oeste do Rio de Janeiro, o antigo camisa 11 trocou as farpas por elogios, após uma reunião de aproximadamente duas horas com o presidente do COL e da CBF, Ricardo Teixeira, e com Ronaldo, o mais novo integrante do comitê. E tal mudança de postura se deu justamente graças ao "reforço" do Fenômeno.

Para Romário, a presença de Ronaldo poderá trazer mais transparência ao COL. Ao chegar, o Baixinho revelou que o principal motivo para o encontro era ter mais conhecimento sobre a função do ex-atacante corintiano no comitê. E, depois do papo, o deputado saiu otimista em relação aos novos rumos que a organização do Mundial de 2014 pode tomar.

DE RONALDO, SOBRE ROMÁRIO

  • Folhapress

    "Queremos o Romário crítico. É importante para nós que ele cobre, mas sempre de acordo com nossas responsabilidades. É bom deixar claro a responsabilidade de cada um. O COL é responsável por obras nos estádios e não outras em outros lugares. Mas precisamos, sim, dessa cobrança"

“Fiquei feliz em saber de coisas que não sabia. Hoje, tenho consciência da responsabilidade que a CBF e o COL têm, e de tudo o que o Ronaldo pode trazer daqui pra frente em relação à Copa do Mundo. Ele está dando uma cara diferente ao COL. E também agregando credibilidade, porque sabemos da sua história e de todas as coisas positivas que ele já fez", afirmou o deputado. 

Sobre a reunião que serviu para esclarecer as funções de Ronaldo no COI, Romário frisou que o saldo foi positivo, mas preferiu não se aprofundar no assunto diante da imprensa. Segundo o artilheiro dos 1.002 gols, Ronaldo será um dos "cabeças" do COL.

“Ningém no Congresso tinha certeza de onde Ronaldo entraria no COL. Falaram que seria presidente, laranja, escudo.... hoje eu soube o que ele vai fazer. O Ronaldo, o presidente Ricardo Teixeira e mais um integrante, que ainda vai ser escolhido, serão os 'cabeças'. Eles vão delegar as missões às pessoas que estiverem abaixo para que as coisas caminhem em relação à Copa. Agora, se as coisas vão caminhar, já não posso responder. Isso vai ser com o Ronaldo, o Ricardo Teixeira e mais essa terceira pessoa”, disse Romário, negando que um dia possa vir a ocupar o espaço dessa "terceira pessoa" no COL.

“Não aceitaria um convite porque tenho compromisso com, no mínimo, 150 mil pessoas que me colocaram na Câmara dos Deputados. Até 1º de fevereiro de 2015, eu espero cumprir o contrato e fazer o melhor que puder. Seria uma honra fazer parte do COL, mas eu não aceitaria”.

Já Ronaldo, que fez sua primeira visita à sede do órgão, garantiu que a postura crítica de Romário em relação à organização do Mundial será sempre bem vinda ao comitê.

“Queremos o Romário crítico. É importante para nós que ele cobre, mas sempre de acordo com nossas responsabilidades. É bom deixar claro a responsabilidade de cada um. O COL é responsável por obras nos estádios e não outras em outros lugares. Mas precisamos, sim, dessa cobrança para melhorar sempre”, ressaltou.
 

Obras para a Copa de 2014
Obras para a Copa de 2014

Ingressos para deficientes

Outro ponto abordado durante a reunião entre os ex-goleadores e o mandatário da CBF e do COL foi a comercialização de ingressos a preços populares para deficientes físicos na Copa do Mundo. E, de acordo com as palavras de Romário, esta foi uma das principais razões para o otimismo que, na resposta sobre essa quaestão, ganhou a companhia do seu peculiar bom humor.

“Não vou dar a resposta completa (sobre os ingressos) porque combinamos de dar numa outra data. E se não fosse deputado, eu usaria uma outra expressão para falar sobre o resultado dessa conversa, mas não vou usar porque será falta de decoro (risos). Quando fizermos esse comunicado, será uma coisa positiva. Eu me sinto honrado de fazer parte disso. Ia pedir à Fifa para intervir nessa questão, mas não vou mais porque o Ronaldo e a CBF já me responderam e atenderam 100%. O que posso adiantar é que foi do... maneiro”.

Placar UOL no iPhone